Blatter responde às polêmicas de racismo que envolveram o futebol

Em sua conta do Twitter, presidente da Fifa pediu o fim de atitudes racistas

iG Minas Gerais | Da redação |

Presidente da Fifa não quer mais saber de simulações dentro de campo
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Presidente da Fifa não quer mais saber de simulações dentro de campo

O presidente da Fifa Joseph Blatter resolveu se pronunciar sobre as polêmicas racistas que tomaram conta do futebol esta semana. Em sua conta do Twitter, o mandatário, que tenta a reeleição em seu cargo, criticou Arrigo Sacchi e a atitude dos torcedores do Chelsea.

"O orgulho e a dignidade não são uma questão de cor de pele. Chocado com os comentários de Arrigo Sacchi. Paremos. Também condeno as ações de um pequeno grupo de torcedores do Chelsea em Paris. Não há lugar para o racismo no futebol" , escreveu ele.

Ex-treinador italiano, Sacchi deu uma polêmica declaração dizendo que a seleção azzurra estava “perdendo a dignidade” porque havia muitos atletas negros em suas categorias de base. Depois de muitas críticas, ele se defendeu e disse que foi mal interpretado, mas não convenceu.

Na noite de terça-feira, foi a vez da torcida do Chelsea impedir um homem negro de entrar no metrô e ainda bradar que tinha orgulho de ser racista.

Leia tudo sobre: racismoblatterfifafutebol