BMW S 1000 RR 2015

Superesportiva alemã chega toda renovada com motor mais potente e arsenal de equipamentos da mais alta tecnologia

iG Minas Gerais |

Nova BMW S 1000 RR
Fotos BMW/Divulgação
Nova BMW S 1000 RR

Há seis anos a BMW entrava no seleto grupo das superesportivas como S 1000 RR. De lá pra cá o modelo foi aprimorado e, em alguns quesitos, supera as concorrentes. A BMW do Brasil traz a versão 2015 até fiml de fevereiro com um leque maior de equipamentos tecnológicos com a missão de tornar a S 1000 RR mais rápida e também a mais versátil: boa de uso diário e uma máquina de alto desempenho nas pistas. O modelo 2015 recebeu visual totalmente renovado: agressivo, encorpado e mais aerodinâmico. O modelo ostenta eficiência ciclística, e o piloto se encaixa na moto, obtendo maior controle. O painel informa tudo sobre o motor em nova tela de alta resolução. O modelo chega às lojas com vários itens de incrementação: partes da carenagem em fibra de carbono, bolsa traseira, parabrisa mais alto e protetores de manetes e motor. Mais potente Com o uso de novos materiais, o modelo perdeu 4 kg, chegando a 204 kg em ordem de marcha. E, para mover tudo, o motor de quatro cilindros foi todo retrabalhado para oferecer alto desempenho. São 199 cv (6 cv a mais que o modelo anterior), e torque maior com 11,5 kgfm a 10.500 rpm, que chega mais cedo, já aos 4.500 rpm, propiciando conforto na pilotagem urbana. A engenharia trabalhou nos cabeçotes, escapes e na computação de gerenciamento avançado, além do uso de acelerador eletrônico. O sistema que permite troca de marcha sem uso de embreagem ficou mais eficiente. A S 1000 RR carrega ainda, suspensão com sistema adaptativo, que está mais rápido e sensível. Ajuste por sensores de acordo com a inclinação e o piso etc., que torna o conjunto amortizante mais duro ou macio. Além desse pacote, a nova superesportiva tem controle de tração e sistema de modo de condução para maior controle da máquina e avançado ABS. O modelo vem equipado também com manoplas aquecidas, piloto automático e indicador de direção em LED. A nova BMW S 1000 RR chega a partir de fevereiro por R$ 75.900 em SP, nas cores vermelho e preto.

MOTONOTÍCIAS

A BMW Motorrad prepara uma moto de menor cilindrada (300 cc) em parceria com a indiana TVS. Denominada K03 o modelo deve estar nas lojas ainda esse ano. Além de disseminar a marca, ajuda no caixa em mercados mais fracos, como o brasileiro. A Yamaha faz recall do modelo XTZ Crosser 150 por motivo de falha no cubo traseiro, que pode fazer quebrar os raios e causar a queda da moto. De acordo com a Yamaha, o reparo leva em média uma hora para ser realizado. Informações pelo 0800 774 3738. Avise os amigos. Falta de peça Honda. O modelo Titan 150 CBS (freio combinado) está sofrendo com a falta da pastilha de freio para a reposição após gasta. Com modelo diferente de outra, de qualquer moto Honda, a peça não é encontrada no mercado paralelo e nem nas concessionárias da própria Honda. Problemas de logística ou erro de planejamento na reposição da peça avançada numa 150. Emplacamento em janeiro. Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), os licenciamentos de janeiro registraram queda de 18,7%, com 108.647 motos emplacadas, ante 133.632 unidades do mesmo mês de 2014. Com relação a dezembro (127.711), a queda foi de 14,9%. A produção também teve queda, foram produzidas 122.037 motos em janeiro, ante 146.557 unidades do mesmo mês de 2014, o que corresponde a uma queda de 16,7%. A crise já se instalou nas motopeças também.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave