Tradicional desfile fecha o Carnaval nas ruas de Ouro Preto

Apesar da redução no número de foliões, cidade recebeu grande número de turistas, ponto alto da festa foi o show do cantor Gabriel Pensador

iG Minas Gerais | JULIANA GONTIJO |

Bloco do Caixao - CARNAVAL OURO PRETO

foto: Izabella Carvalho/ Divulgacao - 17.02.2015
Izabella Carvalho/ Divulgacao
Bloco do Caixao - CARNAVAL OURO PRETO foto: Izabella Carvalho/ Divulgacao - 17.02.2015

No último dia de Carnaval, desfilou à tarde pelas ruas de Ouro Preto, o Bloco do Caixão, que surgiu em  janeiro de 1966 com o enterro simbólico da Republica Necrotério, na época situada na rua Padre Rolim e que hoje está localizada na rua do Pilar. Na década de 70, o caixão passou a ser usado como alegoria dos moradores da república. Eles saiam tocando latas e instrumentos durante as comemorações do Doze de Outubro, festa anual em que os ex-alunos voltam para visitar suas casas.

A primeira vez que o Bloco do Caixão saiu às ruas foi durante o carnaval de 1976. Na década de 80, o bloco teve sua carreira alavancada. A partir da década de 90, passou a sair pelas ruas de Ouro Preto com seus integrantes devidamente caracterizados. Em 2005, o Bloco do Caixão transferiu sua concentração para a praça da UFOP.

O bloco saiu da rua Paraná, subiu a rua Direita, passou pela Praça Tiradentes, desceu pela rua das Flores e chegou na Praça Reinaldo Alves Brito.

Os últimos shows de um dos Carnavais mais tradicionais de Minas Gerais estão previstos para acontecer às 23h30 de terça-feira, com previsão de término até 1h da madrugada. Segundo a organização do evento, um dos pontos altos do Carnaval da cidade foi o show do Gabriel, o Pensador.

A tenente Marta, do 52º Batalhão da Polícia Militar, disse que ainda não há balanço do Carnaval. "O público pode ter diminuído um pouco, mas está dentro da normalidade. Há oscilações de um ano para outro", diz. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave