Forte tremor no Chile assusta delegação do Atlético

Abalo sísmico atingiu 5,9 graus da escala Richter; assessoria informou que está tudo bem com os jogadores

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Centro Sismológico Nacional do Chile registrou o terremoto às 11h35 desta terça-feira
REPRODUÇÃO/CENTRO SISMOLÓGICO CHILE
Centro Sismológico Nacional do Chile registrou o terremoto às 11h35 desta terça-feira

Os jogadores do Atlético tiveram um grande susto nesta terça-feira, em Santiago, no Chile. No fim da manhã, um tremor de 5,9 graus na escala Richter atingiu a capital chilena. A magnitude é considerada elevada e foi sentida no hotel onde a delegação alvinegra está hospedada. Um outro abalo menor também foi registrado. Nesta quarta, a equipe enfrenta o Colo-Colo, na estreia do Galo pela Copa Libertadores, às 22h. 

O assessor do clube, Domênico Bhering, que acompanha o time em Santiago, contou os momentos de pânico ocorridos com os abalos. 

"No momento, eu estava com o Maluf e o Levir próximo à academia, que fica em um andar abaixo do térreo. A gente não sentiu praticamente nada. Uma funcionária do hotel chegou correndo, desesperada, perguntando se estava tudo bem. A gente não entendeu muito o desespero dela, e ela explicou que havia tido um terremoto forte e queria saber se estava tudo bem", contou.

"Depois, quando a gente subiu e conversou com as pessoas, hóspedes, jogadores, comissão técnica e diretoria, que estavam acima do térreo e no próprio térreo, nos relataram que foram dois tremores diferentes. Um mais leve, mais brando e outro mais forte, mais pesado. E que realmente balançou quem estava no quarto, observou os móveis balançando, os lustres balançado. Algumas pessoas, hóspedes ficaram assustados e saíram correndo para fora do hotel. Mas tudo isso não durou mais de um minuto, um minuto e meio", afirmou o assessor. 

Apesar do susto, Domênico afirmou que o planejamento da equipe não foi alterado. 

"Está tranquilo. Tudo tranquilo. O Atlético não altera em nada a sua programação, vamos treinar às 19h, no horário local (20h, horário de Brasília). Tudo certinho para jogo. Todo mundo está concentrado, tranquilo. Não passou de um susto", explicou. 

A atividade desta terça-feira será no Estádio Monumental David Arellano. Levir Culpi pode definir o time que enfrenta os chilenos. Ele não conta com Marcos Rocha, Carlos e Lucas Pratto, todos no departamento médico. 

Leia tudo sobre: AtléticoGalofutebolChileTremorsustoabalochileno