Começa a caminhada pelo bi

Com desfalques, Levir Culpi leva apenas 18 atletas para Santiago, mas grupo está confiante

iG Minas Gerais | Diego Costa |

Apoio. Um pequeno grupo de torcedores acompanhou o embarque do Galo para o Chile
MOISES SILVA / O TEMPO
Apoio. Um pequeno grupo de torcedores acompanhou o embarque do Galo para o Chile

O Atlético já está em solo chileno. Amanhã, o time encara o Colo-Colo, às 22h (horário de Brasília), na estreia pela Copa Libertadores. A equipe embarcou na manhã de ontem para Santiago. Portanto, nada de descanso para os atletas durante o Carnaval.

Desfalcado de peças importantes, a delegação alvinegra seguiu com 18 jogadores. De última hora, o técnico Levir Culpi enfrentou vários problemas para definir o grupo para o primeiro compromisso pela competição continental.

Somente na partida do ultimo sábado, contra o Democrata-GV, pelo Campeonato Mineiro, ele perdeu o argentino Lucas Pratto e o lateral-direito Marcos Rocha. Ambos sofreram estiramento no músculo posterior da coxa esquerda. A outra ausência é o atacante Carlos, que sofreu uma pancada no tornozelo direito durante o treino do último domingo.

Além dos desfalques por ordem médica, Levir ainda sacou o colombiano Sherman Cárdenas, por opção técnica. Ainda sem estrear pelo Galo, o meia-atacante ficará em Belo Horizonte para aprimorar o condicionamento físico. Outro atleta que não viajou foi o volante Pierre. A Novidade da delegação é o volante Danilo Pires, um dos reforços da temporada, que pode fazer o primeiro jogo no Atlético.

Sem lamentações. Alheio aos problemas médicos, os jogadores do Galo se mostraram confiantes em uma boa atuação e uma vitória contra o Colo-Colo. “Vamos fazer uma boa estreia. É um grupo difícil na Libertadores, mas a gente sabe da nossa responsabilidade, sabe daquilo que essa equipe é capaz. Então, é concentração total para que possamos estrear bem. De preferência, conseguir uma vitória, pois todo ponto conquistado nesta fase, com um grupo equilibrado, pode fazer a diferença no fim”, disse o goleiro Victor.

Outro que também deixou os desfalques de lado foi o argentino Dátolo. Ele garante muita luta por um bom resultado no Chile.

“Vai ser um jogo difícil. Todo mundo sabe o que significa uma Libertadores. Vai ser difícil, mas a gente vai dar a vida para conseguir os três pontos”, destaca.

O grupo chegou à capital chilena ontem mesmo. Em seguida, os atletas foram liberados. Hoje à noite, às 19h, o time faz o último treino antes do jogo, quando Levir deve apontar a equipe titular para o confronto de amanhã. A atividade será no estádio David Arellano, palco da partida.

O Atlético está no grupo 1 da Libertadores. Além de encarar o Colo-Colo, o Galo ainda enfrentará o Atlas-MEX e o Santa Fé-COL.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave