Boneco de político fora da festa

Organizadores do desfile tiraram modelos como o da presidente Dilma para evitar polêmica

iG Minas Gerais |

Sem polêmica. Sessenta e um bonecos gigantes desfilaram em Olinda, mas nenhuma figura política foi exposta à multidão
RICARDO B. LABASTIER
Sem polêmica. Sessenta e um bonecos gigantes desfilaram em Olinda, mas nenhuma figura política foi exposta à multidão

Olinda. Dezenas de bonecos gigantes percorreram as ladeiras do Sitio Histórico de Olinda (PE), ontem, com a participação de milhares de foliões. Mas, dentre as 61 figuras, uma ausência foi sentida – a de exemplares com a cara de políticos. O criador das imagens, o artista plástico Leandro Castro, informou que até tinha bonecos de políticos, como a presidente Dilma Rousseff e o ex-governador de Pernambuco e candidato à presidente, Eduardo Campos, morto no ano passado em acidente de avião. “Mas evitamos colocar bonecos do meio político porque é um momento de festa e não de política”, explicou. “Ano passado, colocamos o boneco da Dilma e foi muita vaia”, acrescentou o artista plástico.

Sem polêmica e com clima de paquera e fantasias inusitadas, casais GLBTs se sentiram mais à vontade para namorar durante a folia olindense na “Treze”, apelido que deram à rua 13 de Maio. Foi o caso das namoradas aracajuanas Fabíola Barreto e Camila Ramos. “Eu vim aqui ano passado e sabia que tinha muitos gays. Como estamos em maioria, o povo que passa não fica olhando muito, e nos sentimos mais confortáveis”, contou Camila.

De uma região em que o machismo reina, o sorriso e a simpatia escondem o sofrimento dos preconceitos que Gilvandro Teixeira, 28, e Edson Sebastião, 29, enfrentam em Aliança, na Zona da Mata de Pernambuco. Vestidos de saia rodada com mangas bufantes e adereços que brilham muito, Gilvandro é Bianca e Edson é Sandriele, da corte do Maracatu Leãozinho de Itaquitinga. “Sou a dama da rainha, a mais importante”, explica Bianca, como gosta de ser chamado. “Já nascemos dentro dessa tradição, está dentro de nós”, concluiu Bianca.

Sem angústia, a mesma cidade de Gilvandro e Edson – Aliança – sediou ontem o 25º Encontro Estadual dos Maracatus de Baque-Solto de Pernambuco. Criado por Mestre Salustiano em 1990, o encontro foi organizado para integrar os grupos da região. Considerado patrimônio imaterial do Brasil, o Maracatu de Baque-Solto reuniu 101 grupos de 22 municípios pernambucanos.

Folia em Recife

Os tambores do Nação Zumbi contagiaram a noite de domingo em Recife (PE). No marco zero, os foliões mostraram não só animação, mas paixão pela banda que mistura e evoca os ritmos pernambucanos. A banda, idealizada por Chico Science, ficou orgulhosa e aprovou tocar mais cedo para assistir aos shows dos parceiros Otto e O Rappa. “É folia completa, tocar em sua casa, sua terra, seu sotaque”, disse o vocalista Jorge Du Peixe. Chico Science morreu em 1997 em um acidente de carro. (Aline Diniz/Enviada especial) Hip hop na área O hip hop reinou no palco do polo Casa Amarela, na zona Norte do Recife, no domingo. A terra do frevo e do maracatu mostrou que também curte o rap e vibrou ao som de Racionais MCs e do rapper pernambucano Zé Brown. Os Racionais MCs, com 25 anos de carreira, subiram ao palco sob uma grande expectativa do público, com mais de uma hora de atraso. A espera, no entanto, valeu a pena para o estudante Luan Santos. “Eles são a voz da periferia, eu gosto porque eles falam da realidade da gente. Falam o que a gente queria dizer”.  Cantor Saulo sobe na van

No bairro do Campo Grande, em Salvador, o cantor Saulo foi recebido por uma multidão de fãs ontem onde puxou o trio “Pipoca de Saulo”. Antes de se apresentar, o músico chegou a subir no teto da van em que estava para cumprimentar os fãs, após ser cercado pelo público. Entre os fãs que aguardavam ansiosos pelo músico, estava a estudante Mariana Andrade, de 20 anos. “Esse já é o terceiro ano em que eu saio com o Saulo no Carnaval porque sou muito fã dele e do jeito humilde que ele tem," disse Mariana, que é do fã-clube Flores de Luz.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave