Com Nadal, desfile no Rio é comprometido pela chuva

Mangueira e Viradouro entraram na avenida mesmo com debaixo d'água

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Desfile Padre Miguel carnaval 2015
Foto: Felipe Assumpcao / AgNews
Felipe Assumpção / AgNews
Desfile Padre Miguel carnaval 2015 Foto: Felipe Assumpcao / AgNews

O primeiro dia de desfiles do grupo especial do Rio de Janeiro foi marcado pela forte chuva que atrapalhou a apresentação de algumas escolas de samba, como a Viradouro, primeira a passar pela Marquês de Sapucaí. A escola trouxe um desfile com referências à cultura afrobrasileira. Chamou atenção a presença do tenista espanhol Rafael Nadal, acompanhado por Gustavo Kuerten, o Guga. Também sob forte chuva, a Mangueira entrou na Sapucaí contando a história das mulheres da agremiação, com um abre-alas grandioso e com decoração em rosas. A Mocidade Independente de Padre Miguel ganhou este ano o reforço do carnavalesco Paulo Barros, que criou um enredo com a pergunta: “Se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só te restasse um dia”, inspirado na música de Paulinho Moska. Já sem chuva, o desfile da Vila Isabel homenageou o maestro Isaac Karabtchevsky e a música clássica. O Salgueiro, que trouxe o tema da comida mineira, também foi favorecido pela pausa das chuvas. Fechando o primeiro dia, a Grande Rio fez referências aos jogos de cartas, adivinhações e povos que usavam cartas, como ciganos.

 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave