Acidente na MG-111 mata o prefeito de Santana do Manhuaçu

João Batista Vieira de Assis (PTC) seguia pela rodovia em um carro da prefeitura quando foi atingido por outro veículo, na manhã desta segunda-feira (16)

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Carro do prefeito foi atingido após parar repentinamente na rodovia
JAILTON PEREIRA/ PORTAL CAPARAÓ
Carro do prefeito foi atingido após parar repentinamente na rodovia

Os cerca de 8 mil habitantes de Santana do Manhuaçu, na Zona da Mata, acordaram de luto nesta segunda-feira (16) de Carnaval. Os moradores perderam o prefeito que estava em seu segundo mandato, João Batista Vieira de Assis (PTC), mais conhecido como João do Açougue, de 60 anos. O chefe do executivo se envolveu em um acidente na MG-111, na altura de Barra do Japu, zona rural do município.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), o Fiat Uno oficial da prefeitura foi atingido na traseira por um Volkswagen Gol, que seguia logo atrás, por volta das 7h30. As informações iniciais dão conta que o prefeito conduzia o carro de Ipanema para o Santana do Manhuaçu quando parou de repente.

O outro motorista chegou a ter desviar, mas acabou atingindo a parte esquerda da traseira do veículo e capotou em seguida. Apesar do condutor do outro veículo não ter ficado ferido, Assis não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no Posto de Saúde de seu município.

Ainda segundo a PMRv, a corporação suspeita que o prefeito possa ter passado mal ao volante e, por isso, teria reduzido a velocidade de forma repentina no meio da rodovia. Apesar disso, uma outra hipótese também já foi levantada. "Parece ele foi parar para dar uma carona para uma pessoa e, quando parou, o outro veículo não desviou e bateu na traseira dele. Estava em uma reta, a 9 km da cidade, coisa boba", lamentou o secretário municipal de administração, Vilson Marques.

Cidade de luto

"Ele é um cara que morreu em benefício do município, já que hoje era feriado e ele morreu indo trabalhar. Ele cuidava da cidade como se fosse uma propriedade dele, com muito carinho. Sentia necessidade de estar sempre correndo atrás, realmente só pensava no trabalho. Nestes seis anos de prefeitura conseguimos dar uma alavancada em Santana do Manhuaçu", afirmou, emocionado, o secretário.

Ainda conforme o companheiro de trabalho e amigo de Assis, toda a população está muito triste, já que todos conheciam bem o prefeito. "Todo mundo já está sabendo e estamos todos de luto. Era uma pessoa muito querida, é a segunda vez que é prefeito, né? Fez um trabalho muito bom no município", disse o sargento da Polícia Militar (PM) Jorge Luiz, de 48 anos.

O morador do município também afirma que a comoção é tão grande principalmente por a cidade ser pequena. "O pessoal é muito acolhedor e acaba emocionado com uma tragédia dessa. Cidade pequena é assim, todo mundo conhece a família, todo mundo era amigo. Ele era muito bem visto por todos", disse.

O velório de João Batista acontecerá a partir das 9h desta terça-feira (17), na sua casa, na rua Augusto Mendes, 176, no Centro da cidade. O cargo agora será ocupado pelo até então vice-prefeito Igidio de Assis Neto.