Para presidente do Corinthians, Itaquerão intimida os adversários

"Estamos fazendo valer o fator casa", explicou Roberto Andrade, sobre a boa sequência do Timão

iG Minas Gerais | Folhapress |

Distantes da briga pelo título, corintianos brigam por uma vaga no G4
Reprodução Facebook
Distantes da briga pelo título, corintianos brigam por uma vaga no G4

O presidente do Corinthians, Roberto Andrade, tem uma simples explicação para a sequência de bons resultados da equipe em casa: o Itaquerão intimida os adversários.

"Acho que é um pouco disso. Os times chegam aqui e se sentem intimidados. Estamos fazendo valer o fator casa, o que é normal. Os jogadores passam a conhecer cada atalho do campo, cada característica", afirmou o dirigente.

A primeira partida do Corinthians no estádio, no ano passado, foi uma derrota para o Figueirense. Desde então, foram 17 jogos oficiais, com 12 vitórias e cinco empates. São seis triunfos em sequência, três na atual temporada.

"A torcida está acreditando que, quando jogamos no nosso estádio, os resultados vão acontecer e a pressão em cima do adversário é muito forte. Tem dado certo", constata o lateral Fabio Santos, autor dos dois gols da vitória sobre o Botafogo neste sábado (14).

Na quarta-feira (18), o rival será o São Paulo pela Libertadores. No ano passado, pelo Brasileiro, já aconteceu um clássico entre as duas equipes no Itaquerão. O Corinthians venceu por 3 a 2.

A certeza da diretoria é que os cerca de 42 mil ingressos estarão vendidos nesta segunda (16). Até a última sexta (13), haviam sido negociados 27 mil e outros dez mil estavam reservados a torcedores, aguardando a confirmação de pagamento bancário. Do total, 1.800 serão da torcida do São Paulo.

"Será uma festa muito bonita. Sou contra torcida única. Em todos os jogos, a presença de torcedores das duas equipes é muito importante", completou Andrade.

Leia tudo sobre: corinthiansfutebolroberto andradeitaquerãosão paulolibertadores