Empreiteira teria pago propina de R$ 10 mi para José Janene

iG Minas Gerais |

Brasília. O doleiro Alberto Youssef afirmou em sua delação premiada que a Construtora Norberto Odebrecht – novo alvo da Operação Lava Jato – pagou R$ 10 milhões em propina para o ex-deputado federal José Janene (PP-PR), morto em 2010. O valor teria sido depositado no exterior como parte do pagamento total de R$ 20 milhões pelo “acerto” feito em contrato de obra na Refinaria Getúlio Vargas (Repar), no Paraná entre 2005 e 2006.

“Metade da comissão foi paga pela UTC e metade pela empresa Odebrecht”, afirmou Youssef. “A parte da Odebrecht, também de cerca de R$ 10 milhões, foi paga em dólares mediante depósito em uma conta de José Janene em um paraíso fiscal”, afirmou Youssef, em novembro de 2014.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave