Na maior goleada do Campeonato, São Paulo vence o Bragantino

Dois novos jogadores foram a campo - o zagueiro Dória, que não foi muito acionado, e o argentino Centurión

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Centurión teve bom desempenho em sua estreia com a camisa do Tricolor Paulista
PÁGINA OFICIAL/DIVULGAÇÃO/SÃO PAULO
Centurión teve bom desempenho em sua estreia com a camisa do Tricolor Paulista

Com um time misto devido ao clássico contra o Corinthians na próxima quarta (18), o São Paulo venceu o Bragantino por 5 a 0, neste sábado (14), pela 5ª rodada do Campeonato Paulista. Foi a maior goleada da competição até agora.

O técnico Muricy Ramalho colocou em campo dois novos jogadores. Um foi o zagueiro Dória, que não foi muito acionado, mas mostrou segurança quando precisou. O outro foi o argentino Centurión, um dos destaques da partida.

O primeiro gol saiu após belo lançamento de Maicon para Centurión, que tentou marcar, mas a bola saiu fraca e sobrou para Boschilia empurrar para a rede.

O segundo gol são-paulino saiu de uma jogada de um time que parecia jogar junto a muito tempo. Após boa triangulação do ataque, a bola sobrou para Alan Kardec, que de fora da área deu um forte chute para ampliar o marcador.

O terceiro gol foi muito parecido com o segundo. Em mais uma bela troca de passes na entrada da área, a bola chegou ao atacante Alexandre Pato, que tirou do goleiro para marcar o terceiro gol e se isolar na artilharia do campeonato.

Com a vitória encaminhada, a equipe são-paulina ampliou com Boschilia logo aos 26 segundos da segunda etapa. A goleada fez o elenco do Bragantino perder a cabeça, e o meio campo Caio foi expulso após dar um pontapé em Centurión. Mesmo com a vantagem numérica, o São Paulo não aproveitou as chances e preferiu cadenciar a partida.

Mas, nos acréscimos, o estreante da noite, Centurión, deu números finais ao jogo. O argentino recebeu um cruzamento de Cafu e só teve o trabalho de empurrar a bola de cabeça para a rede.

Ficha técnica

Bragantino 0 x 5 São Paulo

BRAGANTINO Lauro; Diego Macedo, Renato Santos, Wellington Reis e Esquerdinha; Fernando, Anderson Uchôa, Muralha (Léo Gago) e Caio; Erick Luis (Gabriel) e Diego Mauricio. T.: Marco Aurélio

SÃO PAULO Denis; Lucão, Edson Silva e Dória; Thiago Mendes, Hudson (Souza), Maicon, Centurión e Boschilia; Alan Kardec (Ademilson) e Alexandre Pato (Cafu). T.: Muricy Ramalho

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP) Árbitro: Thiago Duarte Peixoto Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Luis Alexandre Nilsen Cartões amarelos: Hudson (SP); Caio e Diego Macedo (B) Cartão vermelho: Caio (BRA) Gols: Boschilia, aos 22min, Alan Kardec, aos 28min, Alexandre Pato, aos 35min do 1º tempo; Boschilia, aos 26seg, e Centurion, aos 46min do 2º tempo