Multidão toma conta da Savassi, que já tem cerca de 20 mil pessoas

Lotada, região já começa a sofrer com excesso de sujeira e banheiros imundos; um homem quase foi agredido pelos foliões após dar um murro na namorada

iG Minas Gerais | ANGELICA DINIZ |

Festa mal começou e a sujeira já toma conta da Savassi
MOISES SILVA / O TEMPO
Festa mal começou e a sujeira já toma conta da Savassi

Cerca de 20 mil pessoas que participam do Carnaval de Belo Horizonte ocupam a maior parte da Savassi, na região Centro-Sul da cidade, na noite deste sábado (14). O movimento é tanto que um dos blocos que sairia em caminhada pelas ruas do bairro precisou tocar parado para garantir a segurança da bateria. 

O movimento na Savassi começou a aumentar no início desta noite, com o fim do encontro espontâneo de diversos blocos, que se reuniram e levaram uma multidão para a avenida Afonso Pena, em frente à Prefeitura de Belo Horizonte, no Centro da capital.

A reportagem de O TEMPO está na região e já nota que os banheiros químicos estão imundos, apesar de não haver filas muito extensas. A sujeira também já toma conta da região, que está repleta de vendedores ambulantes e carrinhos de comida.

Os foliões que se encontram na região mais boêmia de BH são animados pelo DJ Negralha, que já tocou com a banda O Rappa. O grande número de pessoas pegou a todos de surpresa, inclusive os integrantes do tradicional bloco da Calixto, que chegou a emitir um comunicado oficial após não ter conseguido desfilar com sua bateria. 

"Por motivos alheios à nossa responsabilidade, não conseguimos realizar nosso desfile. Para garantir a segurança dos foliões optamos por realizar um show do ‪#‎BlocodaCalixto‬ parado com a bateria no chão. Sem internet e pegos de surpresa não conseguimos avisar nosso público pelas redes sociais. Mesmo com todos problemas, o atraso e sem poder desfilar fomos recebidos por milhares de pessoas que nos deram o carinho e a motivação necessários para colocar o bloco na rua. Foi lindo!", afirmava o comunicado. 

Jovem agredida pelo namorado

Até o momento, tudo está tranquilo, ainda de acordo com a Polícia Militar (PM), que confirma a presença de cerca de 20 mil pessoas somente na Savassi. Na praça da Estação, no Centro, outras 5 mil pessoas ainda estariam pulando carnaval. Nenhuma ocorrência foi registrada na região até o momento.

Entretanto, a reportagem flagrou o momento em que uma mulher foi agredida por seu namorado. "Eles discutiram e o namorado dela acabou dando um murro nela, que pegou um táxi e foi embora", conta uma amiga da jovem que preferiu não se identificar. Revoltados com a violência, um grupo de foliões chegou a cercar o agressor, que só não foi agredido por que a polícia o tirou do local. 

Leia tudo sobre: carnavalsavassinamoradosocomurronamoradaagridemulher20 mil pessoasbloco calixto