Homem que seria um dos mais procurados pela PM de Santa Luzia é preso

Suspeito foi detido pela Gepar após uma denúncia anônima de que foragidos estariam frequentando uma casa; uma outra denúncia levou policiais a apreenderam mais de 4 kg de cocaína na região Leste de BH, mas ninguém foi preso

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Um foragido da Justiça, de 29 anos, que era considerado pela Polícia Militar (PM) como um dos mais procurados de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi preso dentro de uma casa de Vespasiano, na mesma região, na tarde deste sábado (14). 

De acordo com o tenente Flávio Andrade, do Grupo Especializado de Policiamento em Ááreas de Risco (Gepar), uma viatura da corporação foi até a residência por volta das 14h após receberem uma denúncia anônima de que foragidos estariam frequentando o local. "Quando chegaram, os policiais solicitaram a ficha de um dos cidadãos que passou o nome e, ao verificar no sistema, constatamos que se tratava de um foragido", lembrou. 

O homem tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio. "Ele saiu no indulto de Natal de 2014 e não retornou para a unidade prisional em que se encontrava detido, por isso havia o mandado em aberto", explicou o tenente. Ainda conforme o policial, o suspeito tem várias passagens, entre elas por homicídio, roubo e tráfico de drogas. 

"É bastante perigoso e aparecia entre os mais procurados na região de Santa Luzia, exatamente por ter cometido diversos homicídios na região", disse. 

Drogas

Uma outra denúncia anônima, ainda neste sábado, levou policiais militares a apreenderam uma grande quantidade de drogas em uma casa no bairro Fazendinha, na região Leste de Belo Horizonte. Segundo a PM, a denúncia apontava para o tráfico de drogas na residência, que fica na rua Geraldo Oliveira. 

Os militares chegaram ao local por volta das 11h, entretanto, não conseguiram encontrar nenhum morador. Foram apreendidos cerca de 4 kg de cocaína, 1277 pinos da mesma droga já prontos para venda, uma pistola calibre .40 com 16 munições e uma balança de precisão. 

Na casa também foram achados R$ 150 em dinheiro, sete liquidificadores usados para produção da cocaína, duas impressoras e 20 mil pinos vazios. A ocorrência foi encaminhada à Central de Flagrantes (Ceflan) 2, no Floresta, na mesma região. A propriedade da droga será investigada pela Polícia Civil.