Em boa fase, Judivan deixa 'dor de cabeça boa' para Marcelo Oliveira

Jovem promessa foi titular nas últimas partidas atuando como meia, mas quer brigar por vaga na ponta

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Judivan mostrou personalidade ao marcar o segundo gol da vitória celeste
douglas magno
Judivan mostrou personalidade ao marcar o segundo gol da vitória celeste

Nova Serrana. Não foi preciso de muito tempo em campo para que o jovem atacante Judivan deixasse sua marca na vitória sobre o Guarani, por 3 a 1, em duelo disputado na noite desta quarta-feira, na Arena do Calçado, válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. Esbanjando categoria, Judivan entortou o marcador e chutou colocado para bater o goleiro George e fazer a festa da torcida cruzeirense. O gol, o segundo dele no ano, ficará marcado.

"Eu venho trabalhando, venho me esforçando a cada dia nos treinamentos, e hoje mais uma vez fui feliz em fazer mais um gol. Este é um gol que vai ficar marcado pra mim. Estou muito feliz pelo momento que estou vivendo no Cruzeiro", disse.

Apesar da titularidade nas primeiras partidas do Estadual, Judivan atuou deslocado de sua função original que é caindo pelas pontas. Em Nova Serrana, ele pode retomar suas características incisivas de jogo graças a presença de Arrascaeta em campo.

Ciente que a equipe ainda está em pleno período de formação, Judivan se coloca à disposição de Marcelo Oliveira para entrar e fazer o que sabe de melhor, seja atacando pela esquerda ou pela direita. A titularidade é algo que lhe apetece, mas o jogador sabe que a disputa por posição será bastante intensa.

Na partida desta quarta, ele entrou em campo na vaga de Willian, que se deslocou mais pela esquerda.  Outras opções para o setor são Joel, Riascos, Neilton, além de Alisson, que se recupera de lesão. Com mobilidade para se deslocar tanto ofensivamente quanto defensivamente, Marquinhos tem flutuado pela ponta direita.

"É com o Marcelo (esta decisão). A gente vem trabalhando a cada dia, mas ele sabe o momento certo de colocar cada jogador em campo. Eu estou tranquilo quanto a isto, e sei que ele vai saber o momento certo de me colocar. Se precisar de mim eu vou estar à disposição para atuar onde quer que ele me ponha para jogar", concluiu Judivan.