Brasileiro voa baixo demais e acaba desclassificado na estreia

Francis Barros voou perigosamente (abaixo de 10 m) no circuito montado sobre as águas do Golfo Pérsico

iG Minas Gerais | IGOR VEIGA |

Paulo Bonhomme (ING) faturou o primeiro lugar na Master Class
Divulgação
Paulo Bonhomme (ING) faturou o primeiro lugar na Master Class

O começo do estreante piloto brasileiro Francis Barros, na Red Bull Air Race, não poderia ter sido mais frustrante. Depois de ficar em penúltimo nos treinos de sexta-feira, Barros acabou desclassificado da prova deste sábado, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, por voar perigosamente (abaixo de 10 m) no circuito montado sobre as águas do Golfo Pérsico. "Aprendi muito aqui em Abu Dhabi e preciso de uma melhor estratégia antes da corrida. Eu sei que preciso trabalhar para melhorar muito ainda", reconheceu o brasileiro. Quem se deu bem na etapa de abertura da Air Race foi outro sul-americano. O chileno Christian Bolton venceu a prova com a melhor performance e um voo sem penalidades executado em 1min2s231.

Foi a primeira vitória do chileno na Air Race, que participa da Air Race pelo segundo ano. O checo Petr Kopfstein ficou em segundo (1min2s605). Mikael Brageot, da França, fechou o pódio cruzando a linha de chegada com 1min3s025.

Disputa acirrada

Na Master Class, principal categoria da Air Race, a vitória foi do britânico Paul Bonhomme, que já havia feito o melhor tempo nos treinos de sexta-feira, e confirmou o favoritismo. Mas a disputa foi pra lá de apertada. Bonhomme cravou sua volta com 57s787, apenas oito centésimos à frente do australiano Matt Hall (57s871), que subiu no segundo lugar. O canadense Pete McLeod completou o pódio, completando a prova em 58s843.

Agora os verdadeiros "ases da viação" terão um bom tempo para aprimorarem as estratégias e o "ajuste fino" de suas fantásticas máquinas aladas. A segunda etapa do esporte a motor mais veloz do mundo será nos dias 16 e 17 de maio, em Chiba, no Japão. Atual campeão, o inglês Nigel Lamb não se classificou para a bateria final e terminou a prova na quarta colocação.