"Então, Brilha" já começa com multidão na Guaicurus

O bloco colore a rua de rosa e dourado e contagia todo mundo; nas sacadas dos prédios comerciais, várias pessoas se fantasiaram para assistir de camarote

iG Minas Gerais | LUCIENE CÂMARA/ FELIPE BUENO |

Bloco arrasta multidão pela Guaicurus
Web Repórter
Bloco arrasta multidão pela Guaicurus

Mal começou e o Carnaval do bloco “Então, Brilha” já arrasta uma multidão pela rua Guaicurus, no centro de Belo Horizonte, na manhã deste sábado (14). A festa está linda e a maioria do público, assim como a bateria do bloco, veste dourado e rosa.

O engenheiro e um dos fundadores do bloco, Glauco Gonçalves Dias, dá o ponta-pé inicial da festa destacando o amor no Carnaval: “Um beijo no preconceito. Começa o Carnaval, quando todo mundo pode ser livre, feliz. Onde ninguém é cerceado. Obrigado, Guaicurus. Viva a memória desta rua”, diz.

Juçara Valentino, que leva o filho no colo, diz que acompanha o bloco desde a primeira edição. “Desde que vim para BH, eu venho no Então, Brilha. O pai do meu filho está no trio tocando cavaquinho”, conta. Paula Miranda, que está grávida de seis meses, também não quis perder a festa e é uma das instrumentistas da linha de frente. “Está maravilhoso o Carnaval, bem tranquilo. Todo desde a primeira edição”, diz.

O público se agita ao som dos clássicos do axé, como Chiclete com Banana, Daniela Mercury e Banda Eva. E quem preferiu acompanhar o bloco de camarote, não perdeu a chance de se fantasiar e ir para a sacada dos prédios comerciais curtir a folia.

O bloco teve dificuldade para descer a Guacurus, de tanta gente que acompanha. Mas este ano, a rua foi fechada para o “Então, Brilha”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave