Morre, aos 67, o escritor Carlos Urbim

O velório ocorre no Centro Municial de Cultura de Porto Alegre até a noite desta sexta, quando o corpo será encaminhado para cremação

iG Minas Gerais | Folhapress |

O jornalista e escritor gaúcho Carlos Urbim morreu nesta sexta (13), aos 67 anos. Ele estava internado no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, onde se recuperava de uma cirurgia após sofrer um aneurisma.

O velório ocorre no Centro Municial de Cultura de Porto Alegre até a noite desta sexta, quando o corpo será encaminhado para cremação.

Nascido em Santana do Livramento (RS), Urbim escrevia para o público infantojuvenil e teve mais de 15 títulos publicados, como "Diário de um Guri" e "Saco de Brinquedos". Era ocupante da cadeira 40 da Academia Rio-Grandense de Letras.

Seu primeiro livro, "Um Guri Daltônico", de 1984, tratava da experiência do autor na infância ao descobrir que confundia as cores.

Urbim se formou em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e começou a trabalhar na imprensa em 1969, incluindo veículos como a "Zero Hora", a Folha de S.Paulo e a "IstoÉ". Foi também roteirista de TV, atuou em rádio e deu aulas de redação jornalística na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).

Deixa mulher, Alice, os filhos Glauco e Emiliano, e o neto Miguel.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave