Juiz da Operação Lava Jato autoriza tratamento de Nestor Cerveró

Apesar da autorização ao tratamento, Sério Moro vetou a transferência do ex-diretor para uma clínica médica

iG Minas Gerais | da redação |

Máscara de Cerveró deixa de ser produzida após pressão de advogado
ALAOR FILHO
Máscara de Cerveró deixa de ser produzida após pressão de advogado

O juiz responsável pela Operação Lava Jato, Sérgio Moro, autorizou o pedido realizado pela defesa do ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró, para que ele faça tratamento psicológico na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba.

Segundo a defesa de Cerveró, o seu cliente sofre de um transtorno psicótico e precisa de acompanhamento e medicação. O laudo médico apresentado a Moro, aconselha que ele receba acompanhamento psicoterapêutico.

Apesar da autorização ao tratamento, Sério Moro vetou a transferência do ex-diretor para uma clínica médica.

O ex-diretor teve um pico de pressão arterial no último dia 4, e precisou de atendimento do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU).

A defesa tem um prazo de cinco dias para apresentar o nome de quem ficará responsável pelo acompanhamento médico de Cerveró. Além de ter que entregar laudos médicos periódicos à justiça

Leia tudo sobre: lava jatolavajatoCerverócorrupçãoSérgio Moro