Microsoft dá dicas para evitar dores de cabeça na vida digital

Com o aumento da oferta de serviços de download e transmissão de dados, a internet deixou de ser exclusividade do computador, do smartphone ou tablet

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Marcos Santos/USP Imagens
undefined

Nessa terça-feira (10), foi celebrado em todo o mundo o Dia da Internet Segura (Internet Safer Day). A data, criada há oito anos, tem o objetivo de alertar para os riscos na vida digital, tanto de usuários domésticos quanto nas empresas.

Com mais de três bilhões de pessoas conectadas no mundo todo, a internet se tornou o grande elo da sociedade e também um ambiente que pode apresentar vulnerabilidades. Para isso, a Microsoft reuniu algumas orientações que vão ajudar usuários de todos a perfis a utilizar a rede com o máximo de segurança.

A conectividade está cada vez mais presente na vida das pessoas, seja para acessar os e-mails, enviar mensagens, fotos e vídeos pelo celular, utilizar as redes sociais e até realizar transações bancárias. Com o aumento da oferta de serviços de download e transmissão de dados, a internet deixou de ser exclusividade do computador, do smartphone ou tablet e chegou a outros dispositivos, como a TV, o videogame e até eletrodomésticos.

Para afastar os riscos de ataques de hackers, vírus, entre outras ameaças, confira algumas dicas.

Proteja a sua privacidade - Privacidade não é uma opção, é uma premissa. E não deve ser vista como preço a ser pago pela utilização da Internet. As pessoas e as empresas devem ver os serviços de internet como meios para satisfazer suas necessidades, mas que devem estar obrigatoriamente agregado aos aspectos de segurança, privacidade e conformidade.

Cuidado ao preencher formulários digitais! Certifique-se de é um site ou serviço é confiável antes de fornecer as suas informações pessoais ou da sua empresa, como senhas, dados bancários entre outros. Serviços on-line devem ter políticas claras e transparentes de privacidade e fornecer aos usuários informações sobre como os dados de seus clientes serão utilizados e quem terá acesso a eles. Lembre-se que um fornecedor pode hospedar os seus dados, mas só você, cliente, é o dono dessas informações.

Softwares originais sempre - Os cibercriminosos são uma ameaça real e é importante saber de quem está recebendo, e a quem está fornecendo informações antes de compartilhá-las. As pessoas e as empresas devem optar por soluções e programas que disponibilizam atualizações de segurança regularmente, o que não é oferecido em cópias não originais. Além disso, no caso de uma empresa, é importante verificar se todas as unidades,  inclusive o datacenter, estão devidamente protegidos. Lembre-se que uma única máquina vulnerável pode ser a porta de entrada para o ataque de um hacker.

Cuidado ao instalar programas - Uma prática comum dos cibercriminosos é tentar comprometer a sua identidade ou informações bancárias solicitando a instalação de softwares infectados, através de downloads aparentemente inocentes como fotos, músicas, links, e-mails, também nas redes sociais ou em jogos online. Na dúvida, não arrisque.

Os serviços e plataformas utilizados devem oferecer experiências seguras e confiáveis para minimizar o impacto que os malwares (softwares maliciosos), e outros riscos podem causar na vida digital. Essas ameaças podem ser reduzidas ao máximo quando utilizado um software original que possa se manter atualizado.

Mobilidade e Segurança andam juntas - Um dos termos que mais têm chamado atenção no mundo da tecnologia é a “Computação em Nuvem”. Esse modelo de internet permite que as pessoas estejam conectadas o tempo todo e em qualquer lugar todos os serviços online que utiliza, seja o e-mail, o canal de música, a rede de dados da empresa, além de aplicativos e ferramentas, independentemente do dispositivo (celular, tablet ou PC) ou da plataforma (sistema operacional) que esteja utilizando.

Cada vez mais os serviços e desenvolvedores de ferramentas e aplicações devem oferecer políticas de compatibilidade entre diferentes sistemas para que os usuários possam tirar o máximo proveito da tecnologia, sem qualquer limitação. Com isso, é possível manter a produtividade, sem limitar o usuário a uma única plataforma ou a funcionalidades dos dispositivos, afinal de contas o tipo de celular, do PC ou do tablet deve ser uma escolha do usuário e não uma imposição do fabricante.

Mobilidade, experiência sem volta - A mobilidade está transformando a ideia de que o tempo e o espaço são os únicos elementos que ditam o ritmo de produtividade. O mundo está cada vez mais móvel, no qual a tecnologia se adapta às pessoas, e não o contrário. A computação em nuvem e a mobilidade abrem uma gama de possibilidades sem precedentes e que permitem, por exemplo, continuar um trabalho que está sendo feito no computador direto no celular ou até mesmo na TV.

Com todo esse universo de conexão, é fundamental estar atento aos seus hábitos no consumo de internet para não correr risco.

 

Leia tudo sobre: Microsoftdicassegurançadigital