Ministro da Justiça defende investigação de denúncias sobre gestão FHC

Segundo jornal, José Eduardo Cardozo afirmou que toda suspeita de ato ilícito deve ser investigada pela polícia

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ministro diz que empresas envolvidas na Lava Jato devem ser sanadas
Elza Fiuza/Agência Brasil
Ministro diz que empresas envolvidas na Lava Jato devem ser sanadas

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse na quinta-feira (12) que denúncias de pagamento de propina na Petrobras ligadas ao governo Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, devem ser incluídas nas investigações da Polícia Federal, na Lava Jato.

Em entrevista ao jornal 'Folha de S. Paulo', o ministro afirmou que toda suspeita de ato ilícito deve ser apurada pela polícia.

A fala de Cardozo ocorre após o partido dele, o PT, discordar da posição dos investigadores, por não terem questionado os depoentes sobre pagamento de propina no período anterior a 2003.

Em depoimento, o ex-gerente de Engenharia da estatal, Pedro Barusco, chegou a confirmar que o sistema de pagamento de propinas foi iniciado em 1997, época que o PSDB estava no poder. Segundo o jornal paulista, o partido não comentou sobre as denúncias apresentadas pelo ex-gerente, em delação premiada.

 

Leia tudo sobre: ministro da justiçalavajatolava jatopolícia federalptpsdb