San Lorenzo é punido e jogará com portões fechados contra Corinthians

Partida está marcada para o dia 4 de março, no estádio Novo Gasômetro, em Buenos Aires

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Nessa quarta-feira, o árbitro assistente do jogo contra o River Plate, Juan Pablo Belatti, foi atingido por uma garrafada, vinda da torcida
Facebook San Lorenzo
Nessa quarta-feira, o árbitro assistente do jogo contra o River Plate, Juan Pablo Belatti, foi atingido por uma garrafada, vinda da torcida

O confronto entre San Lorenzo e Corinthians, marcado para o dia 4 de março, no estádio Novo Gasômetro, em Buenos Aires, pela Taça Libertadores, será disputado com portões fechados. A punição imposta pela Conmebol ao clube argentino foi comunicada pelo Corinthians nesta quinta-feira (12), após o envio de um ofício da entidade.

Com isso, não será permitida a entrada de torcedores de nenhum dos clubes nas dependências do estádio.

A punição é decorrente de uma agressão sofrida pelo árbitro assistente Juan Pablo Belatti, durante a partida entre a "equipe do Papa" e o River Plate, pela Recopa Sul-Americana, no estádio Novo Gasômetro, nessa quarta-feira. Juan foi atingido por uma garrafada, lançada pela torcida do San Lorenzo, no segundo tempo do jogo. 

Corinthians e San Lorenzo estão no Grupo 2 da Libertadores, ao lado de São Paulo e Danubio, do Uruguai.

HISTÓRICO

Hoje beneficiado, o Corinthians já recebeu punição idêntica da Conmebol em 2013, em consequência da morte de Kevin Espada, torcedor boliviano de 14 anos, durante jogo diante do San José, em Oruro, na Bolívia.

Na ocasião, um sinalizador disparado por um membro da torcida do time paulista matou o boliviano. Um menor de idade assumiu ter acionado o objeto, mas sem a intenção de matar. A vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre o Millionarios, da Colômbia, foi disputada com portões fechados.