Foto de casal homossexual na Rússia vence concurso internacional

Fotógrafo dinamarquês Mads Nissen imortalizou Jon e Alex em um quarto de São Petersburgo, onde a decoração se limita a uma cortina cor bege escuro

iG Minas Gerais | AFP |

Fotógrafo premiado Mads Nissen e diretor Lars Boering durante coletiva de imprensa
AFP PHOTO / ANP REMKO DE WAAL / netherlands out
Fotógrafo premiado Mads Nissen e diretor Lars Boering durante coletiva de imprensa

A foto de um casal homossexual na Rússia ganhou o primeiro prêmio do concurso mais prestigiado de fotojornalismo, anunciaram nesta quinta-feira (12) os organizadores do World Press Photo.

O fotógrafo dinamarquês Mads Nissen imortalizou Jon e Alex em um quarto de São Petersburgo, onde a decoração se limita a uma cortina cor bege escuro. Um dos dois homens, deitado, fecha os olhos por um momento, enquanto o outro, com a mão em seu peito, o observa.

A foto foi tirada como parte de uma reportagem, intitulada "Homofobia na Rússia". Segundo a ONG Human Rights Watch, a comunidade sofre cada vez mais agressões, frequentemente toleradas e inclusive encorajadas pelas autoridades.

Bulent Kilic, um fotógrafo da Agence France-Presse, ganhou o primeiro e o terceiro prêmio na categoria Atualidade, por duas fotos que deram a volta ao mundo.

A primeira mostra uma jovem que acaba de ser ferida em confrontos entre a polícia e manifestantes em Istambul, em março de 2014.

Na segunda, o fotógrafo captou o instante exato de um ataque aéreo contra posições do grupo Estado Islâmico (EI) sobre uma colina na Síria em outubro de 2014.

Sob uma nuvem de poeira e fogo da explosão, observa-se a silhueta minúscula de um homem que tenta escapar da morte.

O júri, formado por 17 pessoas, era presidido por Michelle McNelly, editora-assistente do New York Times.

"A imagem ganhadora deveria ser estética, ter impacto, e o potencial para se converter em um ícone", comentou sobre a foto de Mads Nissen.

Alessia Glaviano, editora de fotografia na versão italiana da Vogue, e também integrante do júri, acrescentou: "Esta fotografia fala do amor, em resposta ao que acontece no mundo, fala do amor como um tema global, de uma forma que transcende a homossexualidade".

O júri examinou cerca de 100.000 imagens, apresentadas por 5.692 fotógrafos de 131 países.

O júri premiou 42 fotógrafos de 17 nacionalidades distintas em oito categorias.

Leia tudo sobre: fotojornalismohomossexual