Com mudança na presidência, Caixa volta a entrar na pauta do Atlético

Mesmo tendo a MRV como patrocinadora, diretor jurídico indica que não há barreiras legais para fechar com o banco

iG Minas Gerais | Fernando Almeida |

À espera da mudança na presidência da Caixa Econômica Federal, o que aconteceu nesta semana, a diretoria do Atlético, tal como o arquirrival Cruzeiro, retomou as conversas com o banco estatal em busca de outro contrato de patrocínio master.

A MRV é a atual patrocinadora do Galo, mas no contrato haveria uma cláusula que prevê um possível acordo do Galo com a Caixa. Se esse novo acordo for fechado com o banco, o patrocínio de R$ 23 milhões anuais previstos pela construtora deve ser revisto.

Por enquanto, o Galo desconversa sobre o assunto, mas o diretor jurídico Lásaro Cândido da Cunha indica que não há barreiras legais para fechar com a Caixa.

“Não seria barreira, embora alguns trâmites tenham acontecido. Não é esse o problema, pois os parcelamentos que o Atlético fez com o Reffis possibilitam ao clube qualquer acordo com instituições públicas”, disse o dirigente.

Leia tudo sobre: AtléticoCaixapatrocínioMRV