Forte tremor é registrado na fronteira entre Chile e Argentina

O tremor, registrado às 16H57 (horário de Brasília), ocorreu cerca de 110 km ao leste de San Pedro de Atacama, no Chile, segundo o USGS, a uma profundidade de quase 269 km

iG Minas Gerais | AFP |

Um terremoto de magnitude 6,7 foi registrado no norte do Chile nesta quarta-feira, perto da fronteira com a Argentina e a Bolívia, informou o instituto Geológico americano (USGS), sem reportar danos ou vítimas.

O tremor, registrado às 16H57 (horário de Brasília), ocorreu cerca de 110 km ao leste de San Pedro de Atacama, no Chile, segundo o USGS, a uma profundidade de quase 269 km.

O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Armada (Marinha de Guerra) descartou o risco de tsunami no litoral chileno.

Já o Centro Sismológico Nacional da Universidade do Chile quantificou em 6,6 graus a magnitude do tremor, que afetou a região de Antofagasta, 1.370 km ao norte de Santiago.

"Preliminarmente, não foram reportados danos a pessoas, alteração de serviços básicos ou infraestrutura, decorrentes deste sismo", informou o Escritório Nacional de Emergências (Onemi).

O terremoto foi sentido com grande intensidade, causando medo na população, mas também por sua duração e pelo ruído gerado por estruturas e janelas, segundo veículos locais.

Outro terremoto de 5,8 graus foi sentido na mesma região, por volta do meio-dia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave