Médicos paralisam atendimentos ao SUS na Santa Casa de Belo Horizonte

Paralisação teve início às 7h desta quarta-feira; médicos que fazem atendimentos pelo SUS aguardam pagamento pelos serviços prestados, que não foi feito integralmente

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Um atraso no pagamento fez com que os médicos atendem pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na Santa Casa de Belo Horizonte cruzassem os braços na manhã desta quarta-feira (11). De acordo com o diretor clínico da unidade, Flávio Mendonça Andrade da Silva, o pagamento que deveria ter sido feito aos médicos pela Santa Casa nessa terça-feira (10) não foi depositado no valor integral. “Hoje (nesta quarta-feira) pagaram mais uma parte, mas ainda falta o pagamento dos plantões da anestesia”, afirmou.

A paralisação teve início às 7h e, segundo Silva, deve durar até que o valor devido seja pago integralmente. Segundo o diretor, estão suspensos atendimentos eletivos (consultas e exames) e internações clínicas e cirúrgicas. Os pacientes que já estão internados têm atendimento normal, assim como os que estão nas unidades de terapia intensiva, hemodiálise, oncologia e urgência oftalmológica.

Silva explica que o pagamento deveria ter sido feito na última sexta-feira (6), quinto dia útil do mês. No entanto, o corpo clínico entrou em acordo com a Secretaria Municipal de Saúde e com a Santa Casa para que o pagamento fosse feito nessa terça-feira, o que não ocorreu. Os cerca de 500 médicos que aderiram à paralisação vão se reunir em assembleia no fim da tarde desta quarta-feira para definir qual será a duração da greve.

A reportagem de O TEMPO entrou em contato com a Santa Casa e com a Secretaria Municipal de Saúde para obter mais informações sobre os repasses e aguarda o retorno.

Leia tudo sobre: santa casaparalisaçãopagamento