Ex-goleiro Bruno receberá R$ 600 mil do Flamengo

Ex-atleta fechou acordo com clube por salários e direitos de imagens atrasados; pedida inicial era de R$ 2 mi

iG Minas Gerais | Da redação |

Deputados esperam que goleiro apresente provas de sua relação com a juíza suspeita de pedir dinheiro para soltá-lo
ALEX DE JESUS -22.7.2010
Deputados esperam que goleiro apresente provas de sua relação com a juíza suspeita de pedir dinheiro para soltá-lo

O ex-goleiro Bruno receberá R$ 600 mil do Flamengo por uma causa vencida na Justiça do Trabalho. O ex-atleta entrou com um processo em que pedia R$ 2 mi ao clube carioca, que chegou a um acordo e diminuiu o valor. A informação foi confirmada pela diretoria rubro-negra ao “Lancenet”.

“O Flamengo pagou aproximadamente R$ 600 mil ao goleiro Bruno, referentes à ação trabalhista por não pagamento de salários durante a gestão Patrícia Amorim. O Flamengo honra seus compromissos e o fato de o goleiro estar preso não tira do clube a obrigação de arcar com pendências com seus ex-atletas. Mesmo as pendências relacionadas a compromissos assumidos por diretorias anteriores à atual”, respondeu a agremiação ao jornal.

O valor cobrado se refere a salários e direitos de imagens atrasados, e ainda pode subir devido aos juros e correção monetária. Mas Bruno ainda terá que esperar para contar com as cifras, já que ele está na fila do Ato Trabalhista do Flamengo, um acordo em que o time paga mensalmente suas dívidas trabalhistas.

Bruno está preso desde 2010 pela morte de sua ex-amante Eliza Samudio. Ele também respondeu pelos crimes de ocultação de cadáver e cárcere privado. Atualmente, o ex-goleiro está na Penitenciária Nelson Hungria, depois de uma passagem por Francisco Sá, onde tentou negociar com o Montes Claros Futebol Clube sua volta aos gramados, mas por cumprir pena em regime fechado, foi impedido pela Justiça.