Deputados aprovam convites para que ministros falem na Câmara

Em votação simbólica, sem registro de como cada parlamentar votou, foram aprovados em bloco convites para os 39 ministros do governo da presidenta Dilma Rousseff

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Embate.Por não contar com o apoio da bancada do PT, Eduardo Cunha deve disputar a presidência da Câmara com petista Arlindo Chinaglia
Lincon Zarbietti / O Tempo
Embate.Por não contar com o apoio da bancada do PT, Eduardo Cunha deve disputar a presidência da Câmara com petista Arlindo Chinaglia

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou hoje (11) série de convites para que os ministros do governo venham falar na Casa. A medida havia sido anunciada ontem pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Em votação simbólica, sem registro de como cada parlamentar votou, foram aprovados em bloco convites para os 39 ministros do governo da presidenta Dilma Rousseff.

Os ministros começarão a ser ouvidos a partir de março, às quintas-feiras, em comissão geral, quando a sessão plenária da Câmara é voltada para debater assunto relevante ou projeto de iniciativa popular ou, no caso, para ouvir ministro de Estado.

Por se tratar de convite, os ministros não são obrigados a comparecer. Mas a recusa, sem justificativa plausível, poderá levar os deputados a aprovarem a convocação. De acordo com Cunha, o objetivo é estabelecer um diálogo e acompanhamento do parlamento de como anda cada pasta.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave