Morre idosa de 76 anos salva por cachorro em mata de Paraopeba

Aposentada foi encontrada após funcionários de uma fazenda estranharem o comportamento do cão Pitoco; causa da morte não foi esclarecida

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Filhos da aposentada tratam cachorrinho Pitoco como um herói
douglas magno
Filhos da aposentada tratam cachorrinho Pitoco como um herói

A aposentada Dalva Moreira da Silva, de 76 anos, que foi salva pelo seu cachorro de estimação após se perder em uma mata de Paraopeba na região Central do Estado, morreu. A informação foi confirmada na manhã desta quarta-feira (11) pelo Hospital Municipal de Sete Lagoas, para onde ela foi levada. As causas da morte não foram divulgadas.

A idosa foi encaminhada à instituição com hipotermia e sinais de desidratação e ainda foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ela foi encaminhada desacordada para a Unidade de Tratamento intensivo (UTI). Ainda não há informações de velório e sepultamento.

A história de amizade entre Dalva e o cachorro Pitoco comoveu os moradores da região. A aposentada desapareceu no último sábado (7) e só foi localizada na segunda-feira (9) em uma mata que fica a quatro quilômetros da casa da família, em Pontinha, na zona rural do município.

A mulher foi localizada por  funcionários de uma fazenda que estranharam o comportamento do cachorro Pitoco, que entrava e saía da mata latindo muito.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave