Justiça italiana julga novo pedido de extradição de Henrique Pizzolato

Nesta quarta (11), o Tribunal de Roma analisa o recurso apresentado contra a última decisão da Corte de Apelação de Bolonha, que negou a extradição do ex-diretor, no final do ano passado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ao deixar a prisão, Pizzolato diz que fugiu do Brasil para salvar sua vida
Agência Brasil
Ao deixar a prisão, Pizzolato diz que fugiu do Brasil para salvar sua vida

O novo pedido de extradição do ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, feito pelo governo brasileiro, está em julgamento nesta quarta-feira (11) na Corte de Cassação de Roma.

A audiência que começou às 10h25 (7h25 horário de Brasília) acontece a portas fechadas. Cinco juízes estão presentes para julgar o caso. Já Pizzolato não compareceu no local.

Nesta quarta (11), o Tribunal de Roma analisa o recurso apresentado contra a última decisão da Corte de Apelação de Bolonha, que negou a extradição de Henrique Pizzolato, em outubro do ano passado.

O ex-diretor foi condenado no Brasil a 12 anos e 7 meses de prisão por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro. Ele fugiu do Brasil em setembro de 2013, antes do fim do julgamento do processo do mensalão, e foi preso em fevereiro, em Maranello (Itália).  

Leia tudo sobre: pizzolatoex-diretorextradiçãojustiçaitália