Sobe a inadimplência em Belo Horizonte no mês de janeiro

Está mais difícil também para que as dívidas sejam quitadas mais rapidamente

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O número de devedores junto ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) cresceu 0,28% em janeiro na comparação com o mesmo mês de 2014. De acordo com a economista da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL/BH), Ana Paula Bastos, o aumento é resultado da combinação de inflação alta – a maior desde 2003 –, juros elevados e queda na renda real.

“Com o aumento nos preços de alimentos, luz, habitação e transportes, o consumidor tem maior dificuldade em negociar os débitos e manter as finanças em dia, sobretudo os que possuem dívidas como empréstimos e financiamentos”, explicou a economista.

Está mais difícil também para que as dívidas sejam quitadas mais rapidamente. O prazo dos débitos com vencimento de até 90 dias aumentou 13,96% no período. As dívidas com atraso entre três e cinco anos subiram 2,41%, em contraste com a queda de 15,03% registrada em janeiro de 2014.

No mês de janeiro, a maioria das pessoas incluídas no SPC da CDL/BH (15,83%) foi de consumidores na faixa etária acima de 50 anos, com maior concentração no intervalo de idade de 85 a 94 anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave