Está tudo dando errado – parte I

iG Minas Gerais |

Oi, Carlos Eduardo, tudo bem com você? Eu me chamo Rosângela e moro em Contagem. Atualmente, estou trabalhando em uma farmácia, mas ainda não foi assinada a minha carteira. Estou recebendo um salário e me envolvi em várias dívidas. Um dia, recebi uma ligação do meu banco me oferecendo um empréstimo em 19 parcelas de R$ 374,44 para pagar o empréstimo que eu havia feito, mais o cheque especial e mais o cartão de crédito. Na hora, achei que era um bom negócio, pois iria ficar com uma dívida só, mas, quando fui fazer as contas, vi que eu havia feito uma grande burrice. Estou devendo ao banco agora mais de R$ 7.000. Tentei ligar pra o número que ficou gravado no meu celular para cancelar, mas deu número inexistente. Hoje, estou com a dívida desse empréstimo mais as que eu fiz nos cartões de crédito. E tem mais: embarquei num barco furado. Ligaram para minha casa oferecendo um kit de estudos da Bíblia. A moça disse que o curso tinha valor universitário. Pensei que seria ótimo, pois sempre quis fazer o seminário. Quando os livros chegaram, veio com um comunicado “este curso não tem valor universitário”. Conclusão: estou com as prestações dos meses 11-12/14, 1/15 atrasadas e correndo juros de R$ 0,28 por dia de atraso mais R$ 4,90 após o vencimento. Parece que nada para mim dá certo. Tudo que tento fazer dá errado. Quando me mandaram embora do meu último emprego, comprei uma maca e alguns instrumentos de trabalho para fazer depilação, mas até agora não consegui nem pagar os materiais que comprei. Comprei um carrinho de cachorro-quente também na época. Faço os planos direitinho, compro os ingredientes para descer para a pracinha e ai chove o fim de semana inteiro. Perco todo o pão. Carlos Eduardo, tenho medo de ser compradora compulsiva, pois se vejo uma coisa que me agradou muito não consigo tirar da cabeça, enquanto não a adquiro. Com isso, os meus sonhos de ter o meu próprio negócio e meu carro vai por água abaixo. Como posso sair dessa enrascada? Abraços e tenha um feliz ano todo. Rosângela, a sua história me permitirá abordar vários assuntos que podem interessar os nossos leitores. Endividamento, negociação de dívidas, busca de qualificação, tentativa de conseguir um aumento de renda, compulsão por compras. Você me parece cheia de boas intenções, mas os resultados não estão acontecendo. Vou tentar te mostrar o que você poderá fazer para melhorar a sua vida financeira. Lembre-se que para melhorar o resultado de nossa vida financeira, temos que melhorar nossos hábitos financeiros. Na próxima semana, voltarei ao seu caso. Um 2015 de hábitos financeiros saudáveis para você e para todos os nossos leitores. Neste ano, continuo com a promoção do livro “Meu Dinheiro”, buscando que mais pessoas possam adquiri-lo. Os leitores interessados podem me enviar um e-mail que retorno com as indicações de como proceder. No livro, são discutidos temas importantes sobre finanças pessoais de uma forma que ajude os leitores a melhorar o seu relacionamento com o dinheiro. Também estão disponíveis os livros de educação financeira infantil da série “Meu Dinheirinho”. Mandem dúvidas e sugestões para o e-mail carloseduardo@harpiafinanceiro.com.br

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave