Insulina “inteligente” demonstra importantes avanços em laboratório

Droga atua por 14 horas e pode ser aprovada para testes com humanos

iG Minas Gerais |

Segundo pesquisador, o produto se mostrou eficaz no controle do açúcar no sangue
AACE/DIVULGAÇÃO - 16.11.2012
Segundo pesquisador, o produto se mostrou eficaz no controle do açúcar no sangue

Miami, Estados Unidos. Um tipo de insulina experimental “inteligente”, que atua por 14 horas, demonstrou avanços em ratos de laboratório e pode ser aprovada para provas em pessoas com diabetes tipo 1 em dois anos, afirmaram nesta semana os pesquisadores.

O produto, conhecido como Ins-PBA-F e desenvolvido por bioquímicos da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, ativa-se sozinho mesmo quando os níveis de açúcar aumentam, segundo estudo publicado nas atas da Academia Nacional de Ciências americana.

Testes em ratos com diabetes tipo 1 demonstraram que uma injeção pode, “repetida e automaticamente fazer diminuir o nível de açúcar no sangue depois de administrada aos ratos uma dose de açúcar comparável à que consomem na hora de comer”, destaca o estudo.

A droga imita a forma como o organismo dos ratos comuns volta a níveis normais de glicemia (açúcar no sangue) após uma refeição.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave