Esperar o Carnaval passar para procurar emprego é arriscado

Lara Valadares lembra que quanto mais tempo longe do mercado de trabalho, mais difícil será para conseguir uma nova posição

iG Minas Gerais | Ludmila Pizarro |

No que se refere a oportunidades de emprego, especialistas afirmam que novas vagas estão sendo abertas e os interessados devem se empenhar nos primeiros meses do ano para garantir a sua, já que o cenário econômico do ano é de queda no emprego. Apenas no Sistema Nacional de Emprego (Sine) ainda existem 9.447 vagas disponíveis para o Estado de Minas Gerais, sendo que no ano de 2015 só 2.316 foram preenchidas, segundo informações da gerente do Convênio do Sine em Minas Gerais, Lara Farah Valadares. No momento, segundo o Sine, 37.560 trabalhadores estão inscritos no sistema em Minas.  

“As empresas já estão fazendo as mudanças e substituições necessárias no início de 2015 justamente para se preparar para um ano que será difícil. Essa história que o ano começa depois do Carnaval não é verdade”, avalia a consultora organizacional e coach, Milta Rocha. Para ela, o início de 2015 está mais aquecido em termos de abertura de vaga do que o começo de 2014. “Percebemos uma diminuição no ano passado, mas em 2015 as empresas estão investindo mais”, afirma.

Lara Valadares lembra que quanto mais tempo longe do mercado de trabalho, mais difícil será para conseguir uma nova posição. “Não deve existir isso de parar de procurar emprego. Mesmo que a pessoa esteja recebendo o seguro-desemprego”, afirma a gerente.

Entre os mercados que este ano devem diminuir o número de oportunidades, Milta Rocha cita a construção civil e o setor automobilístico. Ela acredita, porém, que novas vagas surgirão em segmentos como alimentação, cosméticos, saúde e beleza, educação e pets. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave