Corte no transporte de crianças que moram perto do Centro gera 2º ato

Em menos de dez dias, moradores fecharam em protesto duas rodovias que cortam cidade

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Em menos de dez dias, moradores de Mateus Leme, na região Central do Estado, protestaram contra o corte do ônibus escolar, que atendia crianças que moram perto do centro da cidade. Desta vez, aproximadamente 30 pessoas interditaram a MG-050, na altura do bairro Azurita.

Segundo a Polícia Militar (PM), o ato começou por volta de 17h, quando moradores interditaram os dois sentidos da rodovia utilizando pneus e galhos de árvores. A polícia passou duas horas tentando negociar com manifestantes. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o fogo. O protesto só foi encerrado por volta de 19h, quando a polícia conseguiu dispersar os manifestantes.

A medida da prefeitura, já havia sido informada aos pais. Na tarde do dia 2, eles haviam se reuniram na Câmara Municipal para discutir o assunto, mas não houve qualquer alteração no acordo. Como protesto, pais e alunos seguiram para a rodovia MG-050 para chamar a atenção do poder público. Esse foi o primeiro ato contra o corte no transporte. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave