UPCN conta com qualidade de jogador alemão para vencer Sul-Americano

Equipe-sede do torneio continental tem no alemão Marcus Popp uma das armas para desbancar favoritos brasileiros

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Popp garante ter origem europeia, mas coração latino
DIVULGAÇÃO - UPCN
Popp garante ter origem europeia, mas coração latino

O UPCN, anfitrião da 15ª edição do Sul-Americano de vôlei masculino, terá um importante reforço para buscar o segundo título da competição nacional. O primeiro título do clube de San Juan veio em 2013, dentro da Arena Minas.

Único europeu no elenco, o alemão Marcus Popp garante que sua origem é do Velho Continente, mas seu sangue segue a linha do time que defende. "Sou um jogador lutador, gosto muito de motivar meus companheiros, odeio perder. Sou um alemão de coração latino", afirma.

Popp substitui dois ex-jogadores do time que representavam a Europa. O romeno Bogdan Olteanu e o tcheco Kamil Baranek não estão mais no elenco, mas fizeram questão de dar as melhores indicações ao germânico. "Tudo aconteceu muito rápido. Conversei com eles e as referências foram as melhores possíveis. Não tive dúvidas", lembra Popp, que defendeu equipes do seu país, além de times da Itália, Turquia e França. Uma passagem pelo vôlei de praia e partidas pelos Jogos Olímpicos também estão presentes no currículo do alemão, que mostra estar satisfeito no novo clube.

"O UPCN é um time muito profissional, com uma estrutura boa e com um trabalho sério e objetivos bem estabelecidos. Isso é o que mais me chama atenção por aqui. Já ouvi deles que sou um jogador completo, que ataca e defende bem", mostra.

Apesar dos times brasileiros serem favoritos ao título continental, Popp garante que o UPCN vai brigar de igual para chegar no posto mais alto. "A maior luta será contra os times do Brasil, que virão fortes. Vamos ver como nos apresentamos, a melhor fórmula será dar 100% a cada jogo", indica.

O UPCN estreia nesta quarta-feira, contra os chilenos do Linares, às 23h (horário de Brasília).