Obama confirma a morte de refém americana em mãos do Estado Islâmico

Barack Obama assegurou que "não importa o tempo que leve, os Estados Unidos encontrarão e levarão ante a justiça os terroristas responsáveis

iG Minas Gerais | AFP |

Kayla Mueller foi sequestrada e executada pelo Estado Islâmico
Reprodução/Facebook
Kayla Mueller foi sequestrada e executada pelo Estado Islâmico

O presidente Barack Obama confirmou nesta terça-feira a morte da americana Kayla Mueller, que foi sequestrada pelo grupo Estado Islâmico na Síria.

"Com uma imensa tristeza fomos informados da morte de Kayla Jean Mueller", indicou o presidente em um comunicado enviado pela Casa Branca.

A Casa Branca indicou que uma mensagem enviada pelos jihadistas do EI à família da jovem permitiu confirmar sua morte.

Sem detalhar as circunstâncias da morte de Kayla Mueller, Barack Obama assegurou que "não importa o tempo que leve, os Estados Unidos encontrarão e levarão ante a justiça os terroristas responsáveis pela captura e morte de Kayla".

Em um comunicado a parte, o secretário de Estado, John Kerry, assegurou que o "EI, e apenas o EI, é responsável pela morte de Kayla Mueller".

A jovem, nascida no Arizona (sudoeste dos Estados Unidos), foi sequestrada em Aleppo, no norte da Síria, em agosto de 2013.

Na sexta-feira passada, os jihadistas anunciaram a morte de Mueller durante "um bombardeio aéreo da coalizão (internacional) contra uma posição do grupo na cidade de Raqa".

Na ocasião, Washington disse não dispor de provas que comprovassem sua morte.

Mas a Casa Branca explicou nesta terça-feira que a organização terrorista havia enviado uma "mensagem" a parentes da jovem neste final de semana, na qual algumas informações permitiram confirmar sua morte.

A família de Mueller, de 26 anos e sequestrado em Aleppo, declarou estar com "o coração partido".

"Kayla era uma trabalhadora humanitária devotada e cheia de compaixão. Ela dedicou sua vida a ajudar todos aqueles necessitados de liberdade, justiça e paz", escreveu seus pais, Carl e Marsha Mueller.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave