Níger aprova envio de tropas à Nigéria para combater Boko Haram

“A resolução passou por unanimidade. Todos os 120 deputados votaram a favor”, afirmou fonte do Parlamento do Níger

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Duzentos islamitas do grupo Boko Haram e nove soldados chadianos morreram na terça-feira (3) na Nigéria
AFP PHOTO / MARLE
Duzentos islamitas do grupo Boko Haram e nove soldados chadianos morreram na terça-feira (3) na Nigéria

O Parlamento do Níger aprovou nesta terça-feira (10) por unanimidade resolução que aprova o envio de um destacamento militar para a Nigéria, a fim de ajudar a combater o grupo extremista Boko Haram.

“A resolução passou por unanimidade. Todos os 120 deputados votaram a favor”, afirmou fonte do Parlamento do Níger. Outra fonte, citada pela agência AFP, informou que a resolução autoriza o envio para a Nigéria de 750 militares.

No dia 30 de janeiro, a União Africana pediu a criação de uma força regional de cinco países, com 7,5 mil integrantes, para combater o aumento de insurgentes do Boko Haram.

O grupo quer instaurar um califado no Norte da Nigéria, majoritariamente muçulmano, ao contrário do Sul, de maioria cristã.

O Chade, que já apelou à formação de uma coligação de países da região contra o grupo extremista, enviou um contingente militar para Camarões, país que faz fronteira com a Nigéria, para ajudar a combater os ataques do Boko Haram.

A violência da insurreição do grupo e de sua repressão pelas Forças Armadas nigerianas já causou mais de 13 mil mortes desde 2009 e cerca de 1,5 milhão de refugiados e deslocados.

Leia tudo sobre: boko haramNígernigériaextremistasUnião Africana