Fama rende apelido nos escritórios concorrentes

A advogada se inquieta, às vezes, com ataques ao seu método de trabalho

iG Minas Gerais |

São Paulo. Casos como os dos nove suspeitos que aceitaram o acordo de delação premiada na investigação da Lava Jato a partir da ação da advogada Beatriz Catta Preta renderam em escritórios tradicionais de advocacia a fama de “especialista em delação premiada” e o apelido de “Senhora Delação”. Catta Preta não assume o título. “Quem me chama assim é a imprensa. Não existe uma especialização nessa área. O que eu acredito é que delação é um direito de defesa. Infelizmente, muitos advogados se recusam a adotar.”

A advogada se inquieta, às vezes, com ataques ao seu método de trabalho. Considera injustas as reprimendas. “Essas constantes hostilidades às colaborações são pura falta de argumentos concretos de defesa. Os advogados podem criticar, gostar ou não. Eu acredito na delação como meio de defesa”, defende a especialista.

Barusco

Informante. Pedro Barusco, ex-gerente executivo da Petrobras, se pôs diante da força-tarefa ao lado de Beatriz Catta Preta. Ele deverá pegar, no máximo, dois anos de pena.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave