Ao menos 14 pessoas morreram em jogo do Campeonato Egípcio

Autoridades de segurança disseram que os torcedores do Zamalek tentaram forçar a entrada para o jogo sem ingressos, o que causou conflitos

iG Minas Gerais | Folhapress |

A televisão estatal egípcia confirmou neste domingo (08) que pelo menos 14 pessoas foram mortas em uma confusão na partida entre Zamalek e ENPPI pelo Campeonato Egípcio.

Autoridades de segurança disseram que os torcedores do Zamalek tentaram forçar a entrada para o jogo sem ingressos, o que causou conflitos.

Os torcedores do Zamalek, conhecidos como "cavaleiros brancos", postaram na página oficial da torcida no Facebook que a violência começou porque as autoridades só abriram uma porta para deixá-los entrar.

Não é a primeira vez que mortes são registradas nos estádios egípcios. Em uma partida de 2012, em Port Said, 74 pessoas morreram em um tumulto.

Leia tudo sobre: campeonato egipciofutebolviolência