Com gols de Luis Fabiano e Ceni, São Paulo vence e mantém 100%

Já o time do interior, do técnico Roque Júnior, continuou na lanterna da Chave D após nova derrota

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Rogério Ceni aumentou a sua coleção de gols com a camisa do São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo
Rogério Ceni aumentou a sua coleção de gols com a camisa do São Paulo

Com gols de Luis Fabiano, que retornava ao time titular, e do goleiro Rogério Ceni, de pênalti, o São Paulo conseguiu a sua terceira vitória no Campeonato Paulista ao derrotar o XV de Piracicaba por 2 a 0, na noite deste sábado (7), no estádio do Pacaembu, pela 3ª rodada da competição.

O resultado fez a equipe do Morumbi manter os 100% de aproveitamento no Estadual ao chegar aos nove pontos, na liderança do Grupo A do torneio. Já o time do interior, do técnico Roque Júnior, continuou na lanterna da Chave D após ser derrotado pela terceira vez.

O volante Maicon, vaiado pela torcida no meio de semana, começou o jogo entre os 11 titulares no São Paulo. Desta vez, no entanto, teve atuação discreta. Alexandre Pato, outro que ganhou a preferência do técnico Muricy Ramalho em detrimento de Alan Kardec, também foi irregular e chegou até ser substituído na etapa final.

Isso porque, de forma surpreendente, o XV de Piracicaba começou melhor o jogo e dominou boa parte do primeiro tempo. Com mais posse de bola e forte marcação pressão, a equipe do interior tinha boa troca de passes no campo de ataque e rondava a área são-paulina com frequência.

No entanto, faltava qualidade ao setor ofensivo do time de Piracicaba, que até criou boas jogadas, mas ora errava nas finalizações ora no último passe.

Mesmo assim, aos 11min, Wander chutou da entrada da área e exigiu excelente defesa do goleiro Rogério Ceni, que conseguiu espalmar a bola para escanteio após um desvio na zaga são-paulina. Acuado, o São Paulo abusou da ligação direta da defesa para o ataque. E só ameaçava a defesa adversária em jogadas de contra-ataque, principalmente, com Michel Bastos.

Porém, em uma jogada isolada no campo de ataque, a equipe do Morumbi abriu o placar. Aos 29min, após cobrança de escanteio, Ganso recebeu lançamento nas costas da defesa e deu belo passe para Luis Fabiano chutar cruzado na saída do goleiro Diogo Silva e fazer 1 a 0.

O gol tranquilizou os são-paulinos, que melhoraram e começaram a encontrar espaços na zaga visitante para ampliar o marcador antes do intervalo. Pato, em rápido contragolpe aos 32min, parou no goleiro adversário, e Ganso quase acertou belo chute de fora da área aos 37min.

Em novo contra-ataque, o time da Capital chegou ao seu segundo gol logo aos 12min do segundo tempo. Michel Bastos lançou Luis Fabiano, que foi derrubado ao driblar o goleiro Diogo Silva dentro da grande área. Rogério Ceni cobrou o pênalti no canto direito rasteiro e fez 2 a 0.

Com a boa vantagem, o time são-paulino diminuiu o ritmo, optando por recuar e administrar o resultado até o apito final. Com isso, a equipe de Piracicaba voltou a ter mais presença ofensiva e pressionou o São Paulo, mas sem sucesso.

FICHA TÉCNICA São Paulo 2 x 0 XV de Piracicaba SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Lucão, Rafael Toloi e Reinaldo; Maicon, Denilson (Hudson), Michel Bastos e Paulo Henrique Ganso; Alexandre Pato (Thiago Mendes) e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

XV DE PIRACICABA: Diogo Silva; Éder Sciola, Leonardo, Zelão (Rodrigo) e Fabiano (Ednei); Clayton, Tiago (Chico), Tony, Wander Luiz e Paulinho; Daniel Bueno. Técnico: Roque Júnior.

Estádio: Pacaembu, em São Paulo Árbitro: Vinícius Furlan Assistentes: Alex Ang Ribeiro e João Edilson de Andrade Renda/Público: R$ R$ 493.235,00 / 14.481 pagantes Cartões amarelos: Ganso, Denílson, Bruno (SAO); Clayton, Diogo Silva, Tony (XV) Cartões vermelhos: Não houve Gols: Luis Fabiano, aos 30min do 1º tempo; Rogério Ceni, aos 12min do 2º tempo

Leia tudo sobre: sao paulo