Vereadora pede licença e faz viagem em cruzeiro marítimo

De acordo com a Câmara de Raposos, o Ministério Público já abriu inquérito para apurar o caso

iG Minas Gerais |

Enquanto a Câmara Municipal de Raposos discutia a aprovação das contas da prefeitura local no ano de 2014, a vereadora Margareth Torres (PSB), alegando indisposições, deu entrada, no dia 17 de dezembro, com uma licença médica. Quase duas semanas depois, para uma nova rodada de negociações na Casa, a mesma parlamentar se apresentou e, após votar, protocolou novo pedido de licença para se afastar.

Até aí, tudo bem, é direito de todo servidor público optar pela licença médica em momentos de necessidade. Entretanto, enquanto dizia estar com saúde debilitada para justificar a ausência nos trabalhos da Câmara, a vereadora postou, em redes sociais, imagens de uma viagem de cruzeiro.

Sorridente, Margareth Torres aparece em fotos em que mostra sua cabine no navio, que viajava pela América Latina, saindo de Santos, passando por Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai), antes de retornar ao litoral paulista. Segundo mostra o site da empresa que organiza as viagens, a embarcação conta com Jacuzzi, cassino, teatro e um shopping center. A passagem neste tipo de viagem pode custar até mais de R$ 3.000,oo,

De acordo com a Câmara de Raposos, o Ministério Público já abriu inquérito para apurar o caso. Além disso, a Casa legislativa informou que nenhum tipo de pagamento foi feito a Margareth desde que ela entrou de licença.

Procurada pela coluna, a vereadora não foi encontrada, e seu gabinete ficou vazio durante toda a semana. O presidente do PSB de Raposos, Cleber Solano, afirmou não ter informações sobre o caso.

Petrobras na calada Pivô da atual crise política no país, a maior estatal brasileira não vem mantendo uma postura transparente como deveria. O Aparte solicitou, na última semana, informações a respeito da Refinaria Gabriel Passos, em Betim, além dos dados de negociações feitas entre a Petrobras e a empreiteira Mendes Júnior, já citada como uma das envolvidas no escândalo investigado pela operação Lava Jato. Apesar dos pedidos, nenhuma das oito perguntas enviadas pela coluna foi respondida. Além disso, a assessoria de imprensa da petrolífera afirmou que não irá se manifestar sobre qualquer dúvida que envolva a Mendes Júnior, seja qual for. A empreiteira realizou obras e forneceu materiais em diversas ocasiões para a Refinaria Gabriel Passos.

Questionamentos Até por saber que a empreiteira já foi denunciada em outras ocasiões, o Aparte questionou a Petrobras sobre a participação da Mendes Júnior nas obras realizadas na refinaria. A coluna também perguntou quais os valores gastos pela estatal nas negociações com a empreiteira, além de buscar informações sobre licitações e o modo de escolha que fez com que a Petrobras escolhesse a empresa para realizar o trabalho. Sendo uma empresa de economia mista, ou seja, uma companhia em que o Estado possui parte de suas ações – sendo acionista majoritário –, ficando a outra parte com o mercado, seria de bom grado, tanto para a população quanto para seus acionistas, saber detalhes dos investimentos feitos pela petrolífera.

FOTO: DENILTON DIAS - 6.2.2015 João Vaccari Neto

Não me deixe só. Apontado pela força tarefa da operação Lava Jato como o operador do PT no esquema de propina instalado na Petrobras, João Vaccari Neto esteve sexta-feira na festa de 35 anos do partido, em Belo Horizonte. Vaccari tentou não chamar a atenção e ficou num cantinho do palco, na última fileira. Quando o ex-presidente Lula disse ao discursar que “culpados devem ser punidos”, o tesoureiro levantou da cadeira e ficou um bom tempo fora do palco.

269 postos de coleta serão distribuídos pela Rede mais uma vez neste fim de semana, em 121 cidades brasileiras, para tentar recolher as assinaturas necessárias

Hora de votar. Candidato do PV na última eleição, Eduardo Jorge faz campanha para que as pessoas participem da votação da ONU sobre o futuro do planeta. E aproveita para mandar um recado. “Que tal experimentar o gostinho de votar novamente? Já votei. Vejam que o Brasil pouco participou até agora. Vamos treinar. É possível melhorar!”

Posse no TCE Acontece nesta segunda, em cerimônia no auditório Vivaldi Moreira, na sede da entidade, a posse do novo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG), o conselheiro Sebastião Helvécio Ramos de Castro. Além dele, assumem o conselheiro Cláudio Couto Terrão, vice-presidente do órgão, e o corregedor eleito, conselheiro Mauri José Torres Duarte. Helvécio recebe o cargo de Adriene Andrade, que comandou a Corte no último biênio. O novo presidente é conselheiro desde 2009 e ocupa atualmente a função de vice-presidente. Ele é médico e ex-deputado estadual.

Na disputa Na última sexta-feira o vereador Henrique Braga deixou clara sua pretensão de se tornar prefeito da capital. Ele postou uma foto no Facebook com a seguinte legenda: “Aqui na Câmara Municipal, trabalhando por nossa cidade e preparando como pré-candidato a prefeito desta Belo Horizonte”. Se levar mesmo adiante a ideia, ele terá que enfrentar concorrentes dentro do próprio partido. O deputado estadual João Vítor Xavier e o deputado federal Rodrigo de Castro são dois dos pré-candidatos da legenda já especulados. Além deles, Pimenta da Veiga e até o senador Antonio Anastasia são cotados.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave