‘Tem que saber viver’

Martinho da Vila, ao lado de Sabrina, dá a receita da malandragem

iG Minas Gerais |

Martinho e Sabrina na Vila Isabel
Fotos MARCOS SERRA LIM/Ego/Divulgação
Martinho e Sabrina na Vila Isabel

Sabrina Sato diz que, devido à correria, não tem mais malhado todos os dias da semana.

O espírito do Carnaval toma conta do coração de quase todo o Brasil. E, por isso, o não poderia deixar de lado as musas das escolas de samba e as Rainhas de Bateria, que deixam a avenida inteira de queixo caído assim que passam com o samba no pé.Super Notícia

Sabrina Sato, que estampa a capa desta edição, por exemplo, é destaque nos desfiles de São Paulo e Rio de Janeiro. Na Terra da Garoa, ela é madrinha da agremiação Gaviões da Fiel, e na Cidade Maravilhosa é Rainha de Bateria da Vila Isabel. “Por mais corrida que a minha vida esteja em São Paulo, sempre dou um jeito de vir para o Rio. Carnaval para mim é prioridade, faço com amor, com paixão. Quando a gente gosta, consegue conciliar”, revelou ela, durante um ensaio para o fotógrafo Marcos Serra Lima, do site Ego.

Na Vila Isabel, Sabrina conta com a bênção do mestre do samba Martinho da Vila. “A maior malandragem para viver no mundo do samba é saber viver. É ser um bom vivant, saber chegar, saber sair. É tratar todo mundo bem, ser tranquilo, e a Sabrina é assim. Tranquila, simpática, além de linda”, disse ele.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave