Cardápios de chefs estrelados

Sofisticados restaurantes reúnem o melhor da cozinha internacional e regional

iG Minas Gerais | Jacqueline Costa |

Chef Christophe Gille, do Le Gaïac, restaurante do Hotel Le Toiny
Pierre Carreau/divulgação
Chef Christophe Gille, do Le Gaïac, restaurante do Hotel Le Toiny

St. Barth é também um destino para quem tem apreço pela alta gastronomia francesa. É como se você estivesse em Paris, em pleno Caribe. Hotéis de luxo – como Eden Rock, Le Toiny, Cheval Blanc, Le Guanahani, Christopher, Le Sereno e Tom Beach – abrigam os restaurantes mais renomados.

Mas há também em Gustavia, a capital da ilha, muitas opções que não deixam nada a desejar nem diante do mais exigente gourmand. Apesar dos cardápios bleu blan rouge imperarem, não faltam lugares que ofereçam comida italiana, tailandesa, vietnamita, japonesa e por aí vai. Todos são chiques, informais e muito, muito charmosos.

Em novembro, a ilha sediou o Taste of Saint Barth, o seu primeiro festival gastronômico, que voltará a acontecer no mesmo mês deste ano. Sete chefs estrelados vindos de França, Japão, Suécia, EUA e também do Brasil, que foi representado por Thomas Troisgros, dividiram a cozinha com nomes locais. Entre os chefs convidados, o japonês Matsuo Hideaki, três estrelas Michelin, e Daniel Berlin, considerado uma revelação da gastronomia nórdica.

Em Gustavia, descobri o Thi Widi, na rue Jeanne D’Arc, mais frequentado por moradores da ilha que por turistas. Às sextas-feiras, o local se transforma numa grande pista, onde os frequentadores dançam salsa descalços. Caso a ideia seja aliar jantar à badalação, vá ao Le Ti, em Pointe Milo, um misto de bar, boate e restaurante.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave