Roberto de Andrade é eleito presidente do Corinthians

Apoiado pelo ex-presidente Andres Sanches, Andrade venceu Antonio Roque Citadini por 1848 contra 1393

iG Minas Gerais | Folhapress |

O principal desafio de Andrade na presidência do clube será evitar que as parcelas da construção do Itaquerão causem um rombo financeiro
corinthians.com.br/divulgação
O principal desafio de Andrade na presidência do clube será evitar que as parcelas da construção do Itaquerão causem um rombo financeiro

Roberto de Andrade Souza, 54, foi eleito neste sábado (7), presidente do Corinthians. Seu mandato será até o início de 2018. Candidato da situação, apoiado pelo ex-presidente corintiano e hoje deputado federal Andres Sanchez, Andrade venceu o oposicionista Antonio Roque Citadini, diretor de futebol do clube no início dos anos 2000 quando o presidente do clube era Alberto Dualib.

A chapa de Roberto de Andrade teve 1848 votos, contra 1393 votos para a chapa de Antonio Roque Citadini. Total de 3241 sócios votaram. Roberto de Andrade é empresário e possui algumas concessionárias de automóvel.

Diretor de futebol na gestão que se encerra de Mário Gobbi, e vice-presidente com Andres Sanchez, seu principal desafio será evitar um rombo financeiro, já que o clube terá que pagar pelos próximos anos parcelas milionárias da construção do Itaquerão.

A eleição foi tranquila e durou das 9h às 17h. Mais de 11 mil sócios estavam aptos a votar. A chapa de Andrade, a Renovação e Transparência, também elegeu os 200 conselheiros trienais, que se juntam a cerca de 170 vitalícios, que formarão o Conselho Deliberativo do Corinthians até 2018.

Do lado de fora da sede do clube, torcedores organizados protestaram principalmente por causa do alto preço dos ingressos e porque a eleição ocorre em fevereiro, após as competições de futebol iniciadas, o que segundo eles atrapalha o planejamento.

Leia tudo sobre: eleiçãopresidentecorithiansroberto andrade