Em seu discurso, Mujica fala de mudança na cultura

Segundo o presidente do Uruguai, a militância não pode se deixar enganar pela "alma dos sujos"

iG Minas Gerais | Lucas Pavanelli/Isabella Lacerda |

Festa de 35 anos do Partido dos Trabalhadores (PT), no MinasCentro, em Belo Horizonte, reuniu militantes petistas, militantes tucanos, manifestantes e líderes políticos
DENILTON DIAS / O TEMPO
Festa de 35 anos do Partido dos Trabalhadores (PT), no MinasCentro, em Belo Horizonte, reuniu militantes petistas, militantes tucanos, manifestantes e líderes políticos

Figura ilustre e muito esperada no aniversário de 35 anos do PT, o presidente do Uruguai, Pepe Mujica, declarou em discurso à militância petista que o que se precisa mudar não é a economia, mas "uma coisa ainda mais difícil, a cultura".

Segundo Mujica, que é amigo de Lula, a militância é o que mais importa num partido e é ela que não pode se deixar "enganar pela alma dos sujos". Mujica disse ainda que é preciso cuidar da alma do partido para que ele não se sinta "patrão do Brasil".

Durante todo o discurso, ele defendeu as classes mais pobres e a necessidade de repartir as riquezas. O presidente foi muito aplaudido. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave