Chuva, protesto e acidentes complicam trânsito em BH nesta sexta-feira

Foram registrados acidentes na região da Pampulha, Savassi e Anel Rodoviário; mais cedo, um protesto complicou o trânsito no centro da capital

iG Minas Gerais | Da redação |

Chuva, manifestações e acidentes complicaram o trânsito nas principais vias de Belo Horizonte nesta sexta-feira (6). Na avenida Carlos Luz, próximo à Usiminas, a batida entre dois carros deixou três feridos e complicou o trânsito na altura do bairro Engenho Nogueira. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

Na avenida Prudente de Morais, um carro capotou logo após a rua Nunes Vieira. Ainda não há informação sobre vítimas. Por causa do acidente, o trânsito ficou lento no sentido bairro.

Já quem passa pelo Anel Rodoviário, na altura do bairro Jaqueline, na região Norte de Belo Horizonte, enfrenta lentidão no sentido Rio de Janeiro, devido a um carro com problemas mecânicos na via. O reboque da BHTrans foi acionado para fazer a remoção do veículo.

No início da tarde, o trânsito ficou lento na Prudente de Morais com Joaquim Murtinho, sentido bairro, e na avenida Amazonas, na altura do Barroca, no sentido centro.

Na parte da manhã, segundo a BHTrans, houve registro de lentidão nas avenidas Raja Gabaglia, do Contorno, Nossa Senhora do Carmo e Pedro I, por causa do horário de pico e da chuva que começou no fim da tarde dessa quinta-feira (5). Na rua Expedicionário Celso Racioppi, esquina com a Fleming, o motivo da lentidão foram obras na igreja da Pampulha.

Protesto

Na parte da manhã, Agentes de Combate a Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da Prefeitura de Belo Horizonte marcharam até a sede do executivo municipal. A categoria está em greve desde o dia 5 de janeiro. O protesto foi encerrado às 11h30.

Também de manhã, funcionários contratados do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC/UFMG) fecharam parcialmente o trânsito na avenida Alfredo Balena, no bairro Santa Efigênia, na região Leste de Belo Horizonte, em protesto pela falta de medicamentos e pela demissão de mais de 170 trabalhadores, que atuavam por meio de contratos.

Acompanhe a situação das principais vias de Belo Horizonte e região metropolitana em nosso Canal de Trânsito.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave