Lula já está em BH para celebração da fundação do PT

Ex-presidente entrou direto para a reunião com o Diretório Nacional, sem conversar com a imprensa

iG Minas Gerais | TÂMARA TEIXEIRA |

Sem citar Marina, site de Lula exalta feitos em área ambiental
Heinrich Aikawa/Instituto Lula
Sem citar Marina, site de Lula exalta feitos em área ambiental

O ex-presidente do Brasil Luís Inácio Lula da Silva, o Lula, já chegou ao Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte, onde acontece uma reunião do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) e são celebrados os 35 anos de fundação da sigla.

A reportagem de O TEMPO acompanha o evento desde o início, às 10h. Lula chegou ao local na tarde desta sexta-feira (6) e já está participando da reunião do diretório. Até o momento, o ex-presidente ainda não chegou a conversar com a imprensa.

Durante a reunião, o tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que prestou depoimento à Polícia Federal sobre a corrupção na Petrobras nesta quinta-feira (5), falou por 5 minutos e explicou como tinha sido o depoimento dele. Ele teria respondido à 29 perguntas feitas pelos policiais. Diferentemente do que ocorreu no encontro da corrente Construindo Novo Brasil (CNB), nesta quinta-feira, o tesoureiro não foi aplaudido ao falar durante a reunião desta sexta-feira. 

Ainda durante a reunião desta sexta, políticos do partido reafirmaram que é necessário repensar o partido diante das denúncias de corrupção. "Nós tínhamos um tripé que era muito caro. A participação popular, a inversão de prioridades, e a ética/transparência. Acontece que este último pé (ética e a transparência) está abalado", declarou o deputado estadual Durval Ângelo. 

O deputado federal Reginaldo Lopes defendeu que o PT não recebeu dinheiro de caixa dois, logo após também defender que é preciso repensar o partido. "É preciso recuperar a narrativa do modo petista de governar", disse.

Leia tudo sobre: lava jatolavajatolulareuniãodiretório nacionalptpartido dos trabalhados35 anos