Matéria-prima: criatividade

Premiação divulga o bom design e aumenta a consciência sobre sua importância

iG Minas Gerais | Ana Paula Braga |

Grid detalhado feito com linha
Agência New360/ Divulgação
Grid detalhado feito com linha
Projetos com conteúdo e que utilizam a informação e a criatividade como seus principais insumos. O jornal “O Que as Vandas não Contam”, criado pela Greco Design, teve como fonte de inspiração uma espécie de orquídea espalhada pelo jardim de entrada do escritório. E como espectadoras silenciosas, elas observam passivamente tudo que acontece no dia a dia dos designers. “A Greco vem passando por um momento de expansão de fronteiras, habilidades e representatividade. Resolvemos, então, que seria hora de registrar um pouco disso tudo e fizemos o nosso jornal: um veículo semestral que publica nossos pensamentos, projetos e a nossa intimidade”, explica o diretor de criação Gustavo Greco.   Já a publicação “Palíndromo #3” tem a finalidade de divulgar o portfólio da Rona Editora, uma empresa tradicional no ramo gráfico de Minas Gerais. “O projeto é anual, com formato cambiante e conteúdo interdisciplinar. A cada edição, profissionais de áreas distintas são convidados para discutir um tema e os seus pensamentos são registrados em papéis e acabamentos distintos, apresentando a diversidade dos serviços da gráfica e a riqueza da discussão”, afirma.   Cadeira Tecno “Design simples, criativo e peças bem-proporcionadas”. É debruçado sobre esses conceitos que o arquiteto mineiro e diretor de arte Marcelo Ligieri traduz os móveis fabricados pela Doimo Brasil, com sede em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Com a intenção de proporcionar bom gosto e mais personalidade aos ambientes da casa, cadeiras, banquetas, mesas e poltronas conseguem compor cenários que se adaptam a qualquer estilo no décor. “Além de decifrar tendências, procuro desenhar os produtos em sintonia com o mercado internacional e nacional”, ressalta.    Além das fibras de vidro e madeira, o material preferido de Ligieri é o metal, que, misturado ao couro envelhecido ou até mesmo reconstituído, se tornou o carro-chefe de sua marca. Linhas retas, tecidos sofisticados e influência de clássicos do design também marcam presença em suas coleções. “A cadeira Tecno possui traços simples e bem-proporcionados, com a intenção de se adaptar a todos os estilos de decoração. O assento apresenta um balanço frontal que difere o produto. Ele se baseia em uma estrutura de metal, fechada com madeira, espuma e tecido. Uma subtração da espuma no contorno compõe um desenho diferenciado à peça. Já a base da cadeira é composta por metal revestido com madeira, criando um perfil inédito no mercado. O material utilizado possibilita uma aparência de madeira em dimensões nas quais ela não resistiria estruturalmente”, descreve Ligieri.   Pocket House Ter uma moradia com cozinha, mesa para jantar, sala, banheiro, quarto com bancada para escritório em um espaço de apenas 29,89 m². Esse foi um dos principais desafios da arquiteta Cristina Menezes ao projetar a Pocket House, uma casa construída dentro de um container e que pode ser transportada para qualquer lugar sem nenhum transtorno ou quebra de materiais. Além de ser um novo e atual conceito de morar, o projeto contempla uma arquitetura com os preceitos da sustentabilidade e da mobilidade, sem deixar de lado o conforto termoacústico e a valorização de produtos nacionais e de designers brasileiros.    “O objetivo de participar desses prêmios internacionais é interagir a arquitetura brasileira e mineira com a arquitetura de todo o mundo. A arquitetura é universal, mas tem seus regionalismos e particularidades de onde se insere. Mas quando é boa, é reconhecida e respeitada em qualquer lugar. É muito bom você ter o seu trabalho reconhecido e divulgado para todo o mundo! O Brasil e seus designers têm trilhado rumo ao design de excelência e qualidade. E isso dignifica o nosso trabalho”, comemora Cristina.   Minas Trend O bordado e o tear são dois ofícios tradicionais de Minas que estão intimamente ligados com o universo da moda. E eles foram o ponto de partida para o conceito gráfico das peças de comunicação e sinalização criados pela agência New360 para a 12ª edição do Minas Trend, um dos maiores eventos de negócios de moda no Brasil. “Usando o ponto e a linha, a partir do projeto de construção de um grid, criamos de forma estilizada e simplificada grafismos, um alfabeto e espaços físicos. ‘Analógico vs. Digital’ traduziram a tecnologia que hoje envolve a produção de moda”, pontua a diretora de criação de design e sócia fundadora da New360, Ângela Dourado.    Segundo ela, o design hoje está focado em soluções que atuam com um olhar muito amplo na busca da racionalização, da sustentabilidade e da inovação. “Esse prêmio certifica a qualidade e a consistência do trabalho que temos realizado ao longo desses anos”.  

Leia tudo sobre: Matéria-prima: criatividade