Mãe é suspeita de espancar filho de 6 meses até a morte em Minas

Mulher disse aos médicos que, por ter nascido prematura, bebê tinha saúde debilitada; vítima apresentava ferimentos em várias partes do corpo

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma mulher de 40 anos é suspeita de matar o próprio filho, de apenas 6 meses, em João Monlevade, na região Central de Minas. Ela foi presa nessa quinta-feira (5) após levar a criança a um hospital da cidade.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, no fim da noite de quarta-feira (4), o pequeno Breno de Oliveira Ramos deu entrada no Hospital Margarida sem vida. Aos pediatras, a mãe teria dito que a criança nasceu prematura e estava debilitada.

Porém, os médicos constataram que o menino apresentava hematomas na cabeça, nádegas e marcas de feridas nas costas e queixo. A dona de casa não soube informar a origem dos ferimentos.

Uma equipe de militares e uma conselheira tutelar que estava de plantão foram acionados e acompanharam a ocorrência, que foi encerrada na 4ª Delegacia Regional.

Na manhã desta sexta-feira (6), o delegado que assumiu no caso ouve algumas testemunhas e, por isso, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, ainda não é possível passar outras informações.

O Conselho Tutelar da cidade informou à reportagem de O TEMPO que não havia nenhuma denúncia anterior contra a mulher. A suspeita tem outros seis filhos, que estão com o pai.

O homem não estava vivendo com a dona de casa.

Leia tudo sobre: joão monlevadefilhomãeespancamento