Após doping, Anderson Silva terá vitória sobre Nick Diz anulada

A Comissão Atlética do Estado de Nevada, nos EUA é o órgão regulador do esporte e é a entidade que pode alterar o resultado

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Anderson Silva vence em seu retorno ao octógono
UFC/Divulgação
Anderson Silva vence em seu retorno ao octógono

A vitória de Anderson Silva, o “Spider”, sobre o norte-americano Nick Diz, no último fim de semana pelo UFC será alterada para “sem resultado”, após o brasileiro ter sido pego no exame anti-doping, por uso de anabolizantes. A informação foi confirmada pelo diretor-executivo da Comissão Atlética do Estado de Nevada, nos EUA, Bob Bennett, ao jornal Folha de São Paulo.

“Sim, será alterado (a vitória de Anderson Silva), para 'sem resultado' ”, afirmou Bennett à Folha, nesta sexta-feira.

De acordo com a Folha, é a Comissão Atlética do Estado de Nevada que tem o poder para alterar o resultado das lutas, e não o UFC.

Spider foi pego no exame anti-doping realizado pelo UFC no dia 9 de janeiro, antes da luta contra o norte-americano Nick Diaz, e que marcou o retorno do brasileiro ao octógono, após um ano de recuperação de uma lesão na perna esquerda. No exame constou o uso de drostanolona, um esteróide anabolizante, que melhoraria a performance no octógono.

O seu adversário também foi pego no doping, em exame realizado no dia da luta, e que constou o uso de maconha.

Anderson Silva terá que se apresentar à comissão atlética no dia 17 de fevereiro, em uma audiência marcada para que o brasileiro possa se defender da acusação do doping.

Prêmios – Spider corre o risco também de ficar sem a premiação em dinheiro concedida após vencer a luta contra Diaz. Segundo a Folha, Anderson recebeu R$2,2 milhões pela luta, mais RR$600 mil (valor fixo) e um bônus de R$200 mil, pela vitória.

Bob Bennett informou que a decisão de “retirar” os prêmios em dinheiro de Anderson Silva é do UFC.  “Não sei se ele receberá o bônus após a alteração do resultado. Isso é com o UFC. Mas uma parte da sua bolsa deve ser retirada por causa do episódio com o doping”, ressaltou Bennett à Folha.

Leia tudo sobre: anderson silvanick diazdopingufccomissao atletica de nevadaeua